Águas turvas – Super Vibrax!

Águas turvas – Super Vibrax!




Fabricadas pela Blue Fox, as super Vibrax são colheres que apresentam caracteristicas únicas, sendo bastante frutiferas em várias situações de pesca. Destacam-se dois aspectos fundamentais nestas colheres, quando comparadas com outras: o peso e a sonoridade emitida pelo eixo central. Esta é uma amostra que permite lançamentos mais longos do que as Mepps Aglia normais e produz uma forte vibração dentro de água.

Para aqueles que não a conhecem, a Vibrax é considerada como mais uma colher que parece muito bonita na ponta da linha ou na vitrina da loja de pesca, mas que nada pesca dentro de água. Esta é normalmente a conversa que se obtém dos pescadores da velha guarda quando comparam as Vibrax com as Mepps Aglia ou as Celtas pena de Gaio! Afinal, que modernices são estas? E para quê tanta vibração dentro de água? Será que isso interessa?

Imaginemos o seguinte cenário: um ou mais dias de chuva forte, o rio a crescer para fora das margens e a água totalmente turva e barrenta. As trutas nada conseguem ver e ainda chove a potes! O que fazer? Pescar com Vibrax nº3. A cor pouco interessa, pois a truta apenas e únicamente atacará em função daquilo que sente através da sua linha lateral. Portanto, importa utilizar um isco que afunde rápidamente e que produza vibrações fortes. As tradicionais Mepps ou Celta não conseguem produzir bons resultados. O seu peso e capacidade vibratória é reduzida para caudais fortes e águas extremamente turvas. Nestas alturas, impõe-se a Vibrax no seus vários modelos, incluindo aqueles com penas nos triplos. A eficácia desta colher é clara, como já comprovei em vários rios, entre os quais o Âncora ou o Neiva. Neste último, sairam duas grandes trutas em dia de chuva forte e água barrenta: uma de 1 kg num açude (Vibrax nº 3 FT) e outra de 2,7 kg às mãos do meu irmão (Vibrax nº2 Gold com penas amarelas).

No global, esta é uma amostra que deve constar do nosso cesto de pesca. Apesar de ser mais indicada para águas turvas e correntes de caudal médio, também produz bons resultados no ínicio de época em rios com bom caudal e em barragens. De facto, há 10 anos numa abertura no rio Beça perto de Vidago, uma Vibrax FT nº2 tirou uma linda truta negra com pintas vermelhas de 500 gramas às 15 horas numa zona minada de pescadores (por ali já tinham passado pelo menos 20 ou 30 Mepps). Claramente uma colher com muito potencial e que muitas vezes provoca as trutas pela enorme irritação que lhes provoca na linha lateral. Existem várias cores e modelos disponíveis. Para mais informação, ver o site da Blue Fox em: http://www.bluefox.com



Related Posts with Thumbnails

Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.