Clima para a abertura da Serra da Estrela.

Clima para a abertura da Serra da Estrela.


A poucos dias da abertura das lagoas da Serra da Estrela, convém desde já começar os preparativos para o dia 1 de Maio. Para além da preparação do material propriamente dita, convém prestar especial atenção às condições meteorológicas. Como tal, resolvi preparar um pequeno post com base na informação disponibilizada pelo Instituto de Meteorologia para a cidade da Guarda. Apesar de estar ainda um pouco afastada das Lagoas da Serra da Estrela, esta cidade apresenta uma quota elevada e fica na linha directa de influência do clima da Serra. É também o local que no site do Instituto aparece mais próximo dos locais de pesca. Portanto, pode ser considerada como uma boa plataforma para tentarmos antecipar as condições climatéricas do dia 1 de Maio.

Conforme imagem abaixo, verificamos que se prevê alguma instabilidade para o dia 1 de Maio. O céu estará muito nublado e existe um probabilidade de 22% de chuva ou aguaceiros. A amplitude térmica prevista anda entre os 10 e 0s 19 graus centigrados. Para a Serra da Estrela, convém pensar que o valor mínimo poderá ser mais reduzido, não sendo de estranhar valores iguais ou inferiores a 5 graus. Relativamente ao vento, soprará moderado de noroeste, possivelmente com maior intensidade a partir de meados da manhã.

Com estas condições, parece-nos que existe a forte possibilidade de todos os pescadores usufruirem de um excelente dia de pesca. O céu muito nublado limita a visibilidade das trutas e permite que amostras, linhas e pescadores passem mais despercebidos. Ao mesmo tempo, uma eventual chuva pode ainda colocar as trutas em regime de alimentação mais acelerado, especialmente à entrada de pequenas linhas de água. Como estamos em altura de abertura e as trutas têm andado despreocupadas, este tipo de clima pode potencializar o sucesso da pescaria e permite a utilização sem restrições de todo o tipo de linhas e amostras.  

O único aspecto que poderá ser contraproducente será a entrada de uma frente fria ou gelada, pois isso pode colar as trutas ao fundo das lagoas. Para já esse cenário não é expectável, mas o clima na maciço central é relativamente imprevisivel e muda muito rápidamente. Já tive oportunidade de ver grandes dias de sol tornarem-se dias de neve, em menos de 1 hora. Convém ir preparado para tudo.

Infelizmente, não vou poder lá estar este ano, porque a minha equipa de pesca não conseguiu licenças para todos. Possivelmente, vou por lá passar mais tarde na temporada. De qualquer forma, ficam aqui os votos de uma excelente abertura com muitas peripécias e algumas trutas. Boa sorte 🙂

Para mais informações sobre como pescar na Serra da Estrela, consulte o link para o edital presente no nosso post sobre Sondagem Abertura Serra da Estrela.

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.