Rio Teixeira

Rio Teixeira

Hoje foi dia de ir visitar o Rio Teixeira na zona de São João da Serra, junto a belissima praia do Vau.

No sábado este local já tinha sido estudado, para preparar uma visita hoje!

Dia bastante quente, céu limpo e sem ponta de vento a correr, tempo a convidar para um mergulho nas limpidas águas do Rio Teixeira, que segundo me disseram era um dos rios menos poluidos da Europa! Será? Em termos de beleza convido toda a gente para lá dar um salto, porque realmente merece uma visita!

Chegamos a praia do Vau, eram umas 10 Horas, sem “vizinhança” na zona. Descemos até ao rio ( tem um caminho de acesso que nos leva sem esforço ao rio, quem nos dera que todos fossem assim!), e fomos por uma terra até a um açude localizado a uns 750 metros á esquerda da praia.

A gola deste açude é algo de assombrosa, com uns 4/5 metros de profundidade e 50 metros de comprimento com umas corrrentes fantásticas! A área pedia um salmo para afundar e varrer o fundo para as fazer mexer!  O meu parceiro ( Sr. António Ferreira)  ficou com esse trabalho e eu como já tinha a colher Mepps na cana assim ficou!

Vários lançamentos e nada… há dias assim!

Descemos mais um pouco para a queda do açude, mas a corrente era muito grande, porque o açude estreita a passagem de água e a massa de água nos rios ainda é muito significativa.

Sem nenhuma truta no saco, nem tão pouco uma visão de alguma, fomos subindo o rio, em direcção á praia, tentando mais uns poços fundos e correntes mais baixas, mas nada!

Chegamos a um moinho abandonado e descemos para o rio novamente, e aí lá enganei uma truta numa zona mais calma, e novamente com a mepps aglia nº1 prateada pintas pretas. Uma truta muito bonita, com umas pintas vermelhas lindissimas!

Seguimos a romaria para a zona do açude da praia, onde a água corria com alguma força, e em baixo fazia uns bons remançes, mas a sorte era a mesma!

Ainda tentamos a sorte no próprio açude da praia, mas também nada!  Com a colher  a cair na água vi uma truta a fugir e a esconder-se imediatamente numa pedra. A curiosidade do dia estava para vir!

Fomos fazendo o resto do rio até a um outro açude, mas também sem sorte! Ainda encontramos 2 pescadores á minhoca que também só traziam 1 exemplar cada um….o mal era geral!

Já era hora de almoço e resolvemos ir trincar alguma coisa! No regresso, tentei novamente o açude em frente á praia e a curiosidade do dia aconteceu!!

Lanço, a colher cai na água, e vejo uma truta novamente a esconder-se exactamente no mesmo sitio que a outra! É impressionante a inteligencia desta espécie!

Foi mais um dia de pesca, muito bem passado, com um tempo maravilhoso num local fantástico.

Espero lá voltar quando o caudal for menor ( o rio ainda segue fora das margens), e já foi visivel muitos mosquitos na água na hora de maior calor   ( de acordo com o posto do Trutas sobre o mes de Abril)!

Nem sempre pode ser o nosso dia…

Abraço e boas pescarias!

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Apaixonado pela pesca...