Uma linda truta de Campia – Alfusqueiro!

Uma linda truta de Campia – Alfusqueiro!


No dia 1 de Maio resolvi mudar a táctica de pesca e optei por somente pescar durante a tarde. Razão: esperar para que o calor tivesse efeito na presença de insectos junto ao rio e que a actividade truteira fosse maior do que durante a manhã. A ideia não parecia má de todo!
 
Eram umas 4 horas quando cheguei ao rio, mais uma vez ao Alfusqueiro (ainda não me internacionalizei 🙂 ), e desta vez sozinho. Já não visitava este lugar há algumas semanas. A última tinha sido noticiada aqui no site, num post meu sobre o Alfusqueiro.
 
A minha teoria dos insectos estava a bater certo, faltando apenas saber se a actividade truteira era alta ou não.
 
Quando cheguei a ponte de Selores, já lá estava um carro, mas mesmo assim decidi avançar. Há duas opções: ou subir ou descer, mas tenho sempre optado por descer. Mantive a tradição e resolvi pescar para jusante. Como não encontrei o outro pescador, verifiquei que tinha feito a opção correcta.
 
Fui indo e batendo o rio para jusante, que apresentava um bom caudal, com água salobra e com uma temperatura agradável, a convidar a uns mergulhos. Nem uma picada senti ao longo do rio…a minha teoria da actividade do peixe estava errada!
 
Continuei e fui insistindo até chegar a um dos meus locais favoritos que é um poço  alimentado por uma corrente bastante forte. A vegetação não ia ajudando na caminhada por já se encontrar bastante alta, e é difícil ver onde pomos os pés…e nesta zona o rio possui muitos fetos.
 
Ao chegar a corrente que alimenta o poço, encostei-me a uma pedra fazendo lançamentos para a saída de água e deixando a colher (TW prateada nº1) fazer o seu trabalho… Fiz uns 10 lançamentos sem qualquer picada… Lancei uma vez mais e desta vez tinha optado por fazer algo de diferente com o recolher da linha… Como a corrente estava forte, optei por deixar a colher trabalhar ao sabor da corrente e recolher muito devagar…isto quando sinto uma picada brutal! Pensei… está ganho o dia!
 
O carreto estava com a embraiagem um pouco aberta e começou a executar o seu trabalho, a truta é que não dava tréguas! Com enorme força, começou a dar uns puxões valentes para baixo … enfim nada fácil … uma boa truta engatada a ser trabalhada à contra corrente foi algo que nunca esquecerei …
 
Lá consegui com paciência desviar o bicho da corrente e puxá-la para terra… estava ansioso para ver a beleza que me tinha calhado em sorte!!
 
Uma bela fário….

Foi neste local que já no post anterior tinha apanhado um troféu, e consegui a proeza de repetir o feito! Não é normal…..
 
Será que existe 2 sem 3? O tempo o dirá!
 
Abraço e boas pescarias!

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Apaixonado pela pesca...