Novas concessões – Couto de Dornelas …

Novas concessões – Couto de Dornelas …

No último Domingo, e após conversa com o responsável pela Associação de Caça e Pesca da freguesia de Couto de Dornelas (Sr. Victor), ficamos a saber que já foram entregues projectos na Autoridade Florestal Nacional (AFN) para transformar três ribeiros da freguesia em concessões de pesca desportiva. Os projectos foram preparados no ano passado, foram alvo das respectivas averiguações e neste momento encontram-se na fase do despacho final. Em termos concretos, as concessões de pesca desportiva vão abranger o Ribeiro de Lousas e de dois tributários que desembocam na Ribeira de Covas. Estes são ribeiros de montanha de água límpida e nos quais vivem trutas de uma beleza excepcional.

Os locais que irão ser alvo de concessão de pesca desportiva correspondem aos troços localizados em zonas de lameiros e campos agrícolas onde existem boas populações de trutas e algumas de muito bom tamanho. Nestes locais, existe uma forte densidade de árvores ao longo das margens e como tal a abundância de insectos e outro tipo de comedia permite que as trutas andem bem alimentadas e alcancem tamanhos médios superiores às dos troços de floresta e montanha. A confirmar este facto, temos o testemunho do Sr. Victor que referiu que ao longo dos vários poços e açudes é possível visualizar bons exemplares, colocando-se a fasquia máxima dos troféus na ordem dos 3kg. Claramente valores impressionantes para ribeiros com larguras bastante reduzidas.

Os troços em questão serão alvo de repovoamentos anuais realizados com trutas índigenas dos próprios ribeiros. Esta politica extremamente sensata visa a preservação da pureza genética das espécies que habitam estes cursos de água. Para tal, recorreu-se à ajuda do centro reprodutor de Montalegre, transportando para lá alguns exemplares reprodutores colhidos em cada um dos ribeiros. Só os alevins provenientes destes exemplares são depois utilizados no repovoamento.

Apesar de ainda não estar definido o preço para as licenças especiais diárias, acreditamos que o mesmo não será muito elevado e estará dentro daquilo que é a prática comum para este tipo de projectos. Relativamente ao valor acrescentado destas concessões num futuro imediato, penso que a experiência actual dos pescadores locais fala por si. No dia de abertura deste ano, o Sr. Victor capturou 15 trutas num destes ribeiros. Claramente um feito louvável num dia de pesca bastante complicado para rios e ribeiros de montanha … De facto, nesse dia estivemos perto de Dornelas, mas suficientemente longe para nem sequer tirar um exemplar :). Com um controlo mais apertado da pressão de pesca, espera-se que os resultados possam ser ainda muito melhores.

Fica aqui esta novidade para o próximo ano … Não se esqueçam de consultar o edital na AFN antes de planearem a vossa jornada de pesca nesta zona.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.