Manutenção rápida dos carretos de pesca.

Manutenção rápida dos carretos de pesca.

Como todos nós já sabemos, um dos principais instrumentos utilizados na pesca à truta ao spinning é sem dúvida o carreto. Milhares de lançamentos durante uma temporada de pesca levam este equipamento ao seu limite e portanto ele tem que ser alvo de um cuidado permanente. Esse cuidado deve ocorrer de forma pontual após cada sessão de pesca, procurando encontrar deficiências, limpando impurezas e oleando as partes onde se regista uma maior fricção. Isto, obviamente, se quisermos manter o nosso carreto a funcionar por muitos anos.

Contrariamente ao que muitos pescadores podem pensar, a simples manutenção do carreto não é uma tarefa que demore muito tempo. Cerca de 5 minutos são suficientes para limpar a máquina e oleá-la convenientemente. Como a maioria dos carretos modernos tende a ter protecções eficazes que previnem a entrada de água nos seus mecanismos internos, deixa de fazer sentido anda a montar e desmontar carretos. Muitas vezes, limpezas básicas  são suficientes para prevenir avarias e manter o carreto a funcionar durante vários anos. Aliás, este é o conselho do team Rapala. Procedimentos básicos como aqueles que aparecem no video abaixo são aconselhados para assegurar um bom desempenho dos carretos em sessões de pesca consecutivas (especialmente se as mesmas decorrerem em águas com salinidade).

Como podem verificar, as peças que merecem maior atenção numa manutenção rápida são: a bobina, o travão, o eixo central, a guia e a roldana. São efectivamente aquelas que estão mais em contacto com a linha e com o pescador, e portanto são as que mais sofrem numa jornada de spinning. Só algumas destas peças necessitam de óleo e o tipo de óleo que deve ser utilizado é fino (armas ou máquinas de costura), sem exagerar nas quantidades que se aplicam.

A desmontagem do carreto ou uma limpeza mais profunda só se devem realizar no final da temporada ou em caso de avaria. Mesmo assim, a desmontagem integral dos principais componentes do carreto não se recomenda ao pescador comum. Ela só deve ser realizada por técnicos especializados ou por pescadores que tenham bons conhecimentos a este nível.  Não se esqueçam que a desmontagem do carreto pode anular a garantia (se ele ainda a tiver!) e pode ser uma tarefa ingrata, devido ao grande número de componentes que vamos encontrar. Na maioria dos casos, estraga-se mais do que o que se compõe. São várias as histórias em que se perdem algumas peças do carreto ou então deixamos de saber onde é que elas encaixam. Enfim … as histórias do costume 🙂

Espero que esta informação vos seja útil e que ajude os vossos carretos de spinning a terem desgastes menores e uma vida mais longa.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.