Amostras com UV-Bright.

Amostras com UV-Bright.


Um dos últimos desenvolvimentos tecnológicos ao nível da coloração das amostras foi proposto pela Rapala, tendo sido ao longo do tempo introduzido em muitos dos seus produtos, nomeadamente nas colheres Vibrax e nos peixes artificiais da Storm e Luhr-Jensen. Depois de vários anos de estudo a tentar compreender a visão e a reacção dos peixes, os cientistas e engenheiros da Rapala chegaram à conclusão que os peixes têm uma visão bastante apurada  e como tal detectam padrões de cores bastante sofisticados. Entre os tipos de cores mais eficazes, encontram-se as ultra-violetas, devido à sua capacidade para se sobressairem a profundidades mais elevadas ou em dias mais escuros.

Assim, surgiu o sistema de coloração UV-Bright. Este tipo de coloração explora as combinações mais eficazes de cores, de modo a potenciar o poder atractivo das amostras. Os iscos que incorporam o sistema UV-Bright têm a capacidade de se realçar e estabelecer contrastas dentro de água, mesmo em condições de luz desfavoráveis. As combinações são várias e podem ser vistas em diferentes formatos … alguns com resultados surpreendentes.

No caso da Vibrax, já tive oportunidade de comprovar a eficácia da coloração UV-Bright nas Super Vibrax. Na abertura do Minho, num dia nublado e com pouca visibilidade, esta foi a única colher que me permitiu capturar trutas. Apesar disto parecer uma simples coincidência, foi daquelas que resultou perfeitamente e trouxe nova vida ás velhas Vibrax.

No entanto, a coloração só por si não é substituta para uma das maiores factores em termos de atracção de peixe: a acção e vibração da amostra. Os melhores iscos são aqueles que combinam uma excelente acção com cores apropriadas e atractivas a distâncias elevadas e nas condições mais dificeis.

No global, esta é certamente uma inovação que merece a nossa atenção. Ainda só tive uma boa experiência com amostras que incorporam este tipo de coloração, mas ficou a curiosidade de comprovar a eficácia desta inovação no longo prazo. Possivelmente, 2011 será o ano para tirar as dúvidas 🙂 Para conhecerem mais sobre esta nova coloração, podem sempre consultar o documento original em inglês que a apresenta no link: Vibrax UV

Se tiverem experiências com este tipo de colorações, não se esqueçam de deixar a vossa opinião, utilizando os comentários … Assim, podemos testar esta inovação em larga escala.

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.