Kwikfish para as trutas!

Kwikfish para as trutas!




De todas as propostas que temos encontrado para o spinning às trutas, esta é claramente uma das mais arrojadas. O Kwikfish Xtreme Sureset da Luhr Jensen (uma empresa de produção de material de pesca americana pertencente ao grupo Rapala) é um daqueles iscos exóticos que parece estar algures entre o peixe artificial e a colher ondulante. Na verdade, olhando para ele à primeira vista, parece um peixe artificial sem cabeça e com pouco potencial piscatório. Mas nada está mais longe da verdade, pois esta amostra tem vindo a dar cartas com várias espécies e em várias partes do globo. Nem as trutas escapam à sua natação irresistivel e à enorme capacidade atractiva da sua coloração holográfica 🙂

Estas amostras são construídas com corpos de plásticos transparentes e extremamente resistentes que albergam bolas de plástico a nível interno. Estas bolas de plástico são responsáveis pela emissão de sons dentro de água que despertam a atenção dos predadores desde longe. Adicionalmente, a Kwikfish também incorpora uma película holográfica interna para a maximização dos reflexos da luz solar. Os anzóis que equipam esta amostra são da marca VMC, mais concretamente na versão SureSet disponível na cor vermelha.

Este tipo de amostra destina-se sobretudo ao corrico de barco, mas também pode ser utilizada com sucesso para o spinning desde a margem. A acção da amostra mantém-se constante, mesmo perante diferentes velocidades de recuperação. O Kwikfish está disponível em quatro tamanhos que variam entre os 9 e os 15 cm.

Para mais informação, podem sempre consultar a ficha técnica desta amostra (em inglês) que se encontra abaixo:

Relativamente à sua capacidade para capturar trutas, nada como ver um dos videos disponível no YouTube.

Esta amosta é claramente um desafio ao tradicional pescador de trutas. Poucos acreditam na sua performance, mas a verdade é que dá resultados … pelo menos nos EUA e para espécies como o salmão ou a truta marisca. Para Portugal, tenho algumas dúvidas, mas creio que esta amostra não deve ser desprezada para o corrico de barco. Aí pode fazer a diferença, especialmente em zonas de maior profundidade. Quanto ao spinning … não há nada como experimentar 🙂

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.