Condições na Ribeira de São João de Agra – Julho 2012

Condições na Ribeira de São João de Agra – Julho 2012

Na última semana de Julho, e na sequência de uma visita e pescaria no Rio Coura, tivemos a oportunidade de passar pela Ribeira de São João de Agra e apreciar as suas condições para a pesca à truta. Este é um curso de água conhecido pela pureza das suas águas e pela braveza das suas pequenas trutas, e como tal é frequentado por muitos de nós.

Ficamos bem impressionados com aquilo que vimos na Ribeira de São João de Agra. O caudal apresentava um nível bastante interessante para esta época do ano e a pureza da água pareceu-nos estar a níveis elevados. Os poços tinham água suficiente para manter trutas com bom tamanho e as correntes ainda tinham a vivacidade necessária para oxigenar bem a água. A temperatura da água também era a adequada para esta altura do ano e portanto, funcionava como um motivador adicional para a actividade das trutas.

Apesar de não ter tido a oportunidade de pescar neste curso de água, dois dos meus colegas de pesca neste dia (João Dias e Professor Arlindo Cunha) fizeram as honras da casa e pescaram nesta ribeira durante a tarde. Com cerca de quatro horas de pesca, o Professor Arlindo Cunha tirou algumas trutas de pequeno tamanho (uma com a medida) e teve oportunidade de desfrutar de um excelente entorno natural ainda intacto. Por sua vez, o João Dias aproveitou a jornada para se divertir e reviver algumas emoções nesta ribeira, ainda que não tenha tirado trutas de registo.

No global, fiquei satisfeito com o panorama que vi neste curso de água, já no fim da temporada. O bom nível do caudal e a excelente experiência de pesca relatada pelos dois protagonistas do dia são bons indicadores de que a Ribeira de São João continua com uma boa densidade de trutas e portanto, a sua função de viveiro do Rio Coura permanece intacta.

Esperemos que para o ano, este curso de água tenha mais e melhores trutas 🙂

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.