Trutas Monstruosas – Troféus IGFA

Trutas Monstruosas – Troféus IGFA




Numa das minhas peregrinações pela net, deparei-me há pouco tempo com um vídeo bastante interessante que apresenta fotos de uma grande parte dos recordes de truta fario registados na IGFA (International Game Fish Association). Para qualquer pescador de trutas, este é claramente um video de sonho de Natal, pois estamos a falar de uma colecção de troféus espectacular, com muitas das trutas a passar largamente os 10 kg de peso.

Depois de ter visto este video algumas vezes, fui prestando atenção a alguns dos pormenores que mais podem interessar, nomeadamente os iscos utilizados para a captura. Nalgumas das fotos aparecem esses iscos, e pude constatar, pelo menos por aqueles que vi, que nada têm a ver com o material que normalmente usamos para a pesca normal. Uma grandes parte dos monstros é capturada de barco ou no gelo, e os iscos são normalmente pesados e adequados para a captura de grandes predadores. Portanto, estamos a falar de material que vai muito para além da colher nº2 ou do peixe artificial de 3 ou 5 centímetros.

Para terem uma ideia daquilo que vos estou a falar, segue o vídeo abaixo, que foi retirado do YouTube:

Durante as Festas fiquei tão viciado neste video, que acho que o vi para aí umas 12 vezes. Sempre gostei da pesca de grandes troféus e delicio-me com as diferentes características físicas e tonalidades de cor de algumas das trutas. São grandes monstros que demoram anos a procurar e que dão lutas de largos minutos em que a adrenalina corre sempre ao máximo. Para mim, são o sonho de qualquer pescador de trutas … até nos falta a fala ou tremem as pernas, quando um destes exemplares acaba no camaroeiro, ou então quando rebentam a linha e se afastam lentamente como se nada fosse 🙂 🙂

São autênticos monstros … e nada melhor do que este vídeo para aguçar o apetite para a temporada de 2013!!

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.