Condições de pesca no Rio Ázere – Abril de 2013

Condições de pesca no Rio Ázere – Abril de 2013


Na primeira semana de Abril, tivemos oportunidade de passar pelo Rio Ázere para desfrutar de mais uma jornada de pesca às trutas em excelente companhia. Desde logo, ficamos muito bem impressionados pelas boas condições de pesca que o rio apresentava. As chuvas das últimas semanas têm sido providenciais para dar muita água ao rio Ázere e isso nota-se na generosidade dos caudais e das quedas de água dos açudes.

No dia em que visitamos esta massa de água, não choveu, e como tal a água estava extremamente límpida, o que é um claro sintoma da pureza da mesma. A corrente era generosa, mas não excessiva para condicionar o exercício da pesca, sobretudo na vertente spinning. Podia-se pescar tranquilamente e com sucesso, mesmo em correntes relativamente rápidas. Simultaneamente, a temperatura da água já era bastante razoável e encontrava-se a níveis normais para esta época do ano. Isto é positivo, pois à medida que vai aumentando a temperatura também irá aumentando a actividade das trutas.

Açude Rio Ázere Abril 2013

As imagens que recolhemos nesta nossa visita correspondem ao limite a jusante do lote 6, que termina na Ponte Romana do Ázere. É um lote com açudes de boa dimensão e com algumas correntes interessantes e profundas em pontos muito concretos. É também uma das áreas mais batidas pelos pescadores de trutas, não só devido à sua proximidade da estrada nacional, mas também devido ao facto das suas margens serem bastante acessíveis.

No global, consideramos que o Ázere apresenta excelentes condições para a pesca da truta e que as mesmas se devem manter pelo menos até ao final de Abril. Por aquilo que podemos ver, certamente que à medida que as águas forem aquecendo poderão surgir alguns dias bastante interessantes em termos de capturas.

Eu já não me lembrava de visitar o Ázere, pois a última vez que por lá passei foi quando o rio ainda não estava concessionado. Fiquei satisfeito de saber que pouco mudou neste rio, e que a pureza das suas águas se mantém relativamente inalterada. É um rio que não produz trutas de grande dimensão como o Vez, mas proporciona excelentes momentos de diversão … 🙂

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.