Edital de pesca nas lagoas da Serra da Estrela – 2014

Edital de pesca nas lagoas da Serra da Estrela – 2014


Como não podia deixar de ser, com mais um ano a aproximar-se, já se começa a preparar tudo para a nova temporada de pesca à truta que aí vem. De um ponto de vista legal, também já se notam os primeiros preparativos com os editais para 2014 a começarem a querer sair. Um dos primeiros é sempre o edital para as lagoas da Serra da Estrela, não só pelo importância turística que a pesca à truta tem nesta zona, mas também pelo facto de a pesca à truta começar na Lagoa do Viriato logo no início de Janeiro.

Assim, e para 2014, podemos contar com as seguintes novidades. Voltamos a ter pesca à truta na Lagoa Comprida. A pesca nesta massa de água começa no dia 1 de Maio e termina no dia 6 de Julho. A Lagoa do Covão do Forno vai abrir e a pesca pode ser realizada entre os dias 1 e 25 de Maio. Quer na Lagoa Comprida, quer na Lagoa do Covão do Forno é possível realizar pesca com morte e os dias de pesca permitidos são as quintas, domingos e feriados nacionais.

Truta arco-iris Serra da Estrela

Para pescar na Lagoa Comprida estão disponíveis 48 licenças diárias, enquanto que na Lagoa do Covão do Forno está disponíveis 13. Isto incluindo também as licenças para não residentes na UE. Este número parece-nos um pouco exagerado em termos de pressão de pesca diária. Metade seria o ideal para se ter uma pesca de qualidade sem estarmos preocupados com o vizinho.

Quanto às capturas de trutas que se podem reter, apenas 5 trutas por dia de pesca e pescador. As trutas retidas devem ter um tamanho mínimo de 22 centímetros.

Para um maior detalhe sobre o edital, podem consultar cópia abaixo:


Quanto aos preços, 7 euros para ribeirinhos e 12 euros para os restantes pescadores da UE, não me parecem fora do que é a prática comum noutras zonas do país. Considero que, se calhar, a pesca nesta zona eminentemente turística mereceria um estatuto especial com preços muito mais elevados, mas isso é a minha opinião pessoal.

Finalmente, e como última nota, registo o facto de se manter o regime arcaico de atribuição e compra de licenças. Este regime já não faz qualquer sentido e continua a privilegiar alguns. Eu e muitos outros não vamos poder aceder à abertura da pesca às trutas na Serra da Estrela, porque não moramos em Viseu … Será que isto faz algum sentido??

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.