Condições no Rio Minho – Abril 2015

Condições no Rio Minho – Abril 2015

Na semana passada, eu e o Cândido Lamas viajamos até ao Rio Minho num dia de chuva à procura das trutas do rio Minho. O dia estava bastante prometedor com chuva qb e céu nublado. Por sua vez, a barragem Espanhola estava a debitar, mas a força da corrente era média, permitindo pescar sobretudo nos redemoinhos laterais e nas correntes menos fortes.

Acabamos por tentar a nossa sorte na foz do Rio Mouro utilizando sempre equipamento de heavy spinning, que aliás era o único que fazia sentido nas condições que encontramos. A amostra trabalhava bem nas zonas com menor profundidade e nos redemoinhos, mas mesmo assim não chegamos a ver sinal de peixe. O que nos pareceu algo bastante invulgar, especialmente numa zona de seixo rolado que aparentava ter um enorme potencial.

Rio Minho correntes Abril 2015

Com o caudal do rio a baixar, à medida que os débitos da barragem vão diminuindo, e com o aquecimento da temperatura dentro de água e fora de água, é natural que a actividade das trutas e salmões tenda a aumentar nos próximos tempos. Aliás, durante a tarde paramos no Cerdeira em Monção (Caça e Pesca Monção), e ficamos logo a saber que no mesmo dia um chinês tinha tirado um salmão de 8kg junto à ponte internacional de Monção. Enfim, está tudo dito e quem quiser que estude este assunto! Nós ficamos de tal maneira que nos pusemos a testar uma nova remessa de canas do Cerdeira no Rio Minho! De tal maneira nos entusiasma-mos, que acabamos por largar 300 euros em material! É o que dá não haver peixe no rio 🙂 🙂

Por fim, e a juntar à captura do chinês, também soubemos de novidades de dois salmões capturados à rede; um de 12 kg e outro de 6 kg. Enfim, o peixe anda no rio, mas este ano não há facilidades para quem anda a pescar da margem. Ou se tem alguma sorte ou então anda-se a coar água o dia inteiro.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.