Reserva fluvial transfronteiriça

Reserva fluvial transfronteiriça

Numa iniciativa inédita, resolveu-se criar a primeira reserva fluvial partilhada entre Portugal e Espanha na zona da Serra da Peneda. Nesta primeira fase da iniciativa, vão ser alvo de intervenção os rios Trancoso e Castro Laboreiro que são rios fronteiriços com boa qualidade de água que interessa preservar nos próximos anos.

Ainda não previsíveis os efeitos desta iniciativa sobre as populações de trutas e o acesso dos pescadores a estes rios, mas para já a iniciativa parece ter o intuito de defender a qualidade da água e do entorno natural destes cursos de água.

Rio Sucastro corrente Dezembro 2014

Para uma leitura mais atenta, podem consultar o site que se encontra abaixo:


À primeira vista, tudo parece indicar que esta é uma iniciativa louvável, no entanto é preciso ter em conta que estes eram actualmente rios com excelente qualidade em termos de fauna e flora. Portanto, as intervenções têm que ser bem medidas para evitar que as boas intenções se traduzam em resultados negativos, especialmente se se começarem a construírem ETAR’s de baixa qualidade que em vez de reduzirem a poluição, vão mas é acabar por a aumentar!

As intenções são sempre boas, mas o problema está nos detalhes da execução e não faltam exemplos de muita miséria já feita e alguma ainda recentemente. Basta olhar à ribeira do Paúl!!

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.