Mais uma denúncia – poluição Rio Neiva

Mais uma denúncia – poluição Rio Neiva


Já todos sabemos que o crime compensa neste País, mas sempre que há possibilidade de fazer alguma coisa para combater esta tendência, acho que vale a pena o empenho, especialmente se aquilo que está a acontecer nos prejudica a todos de forma irreversível, como é, por exemplo, o caso da situação que aparece retratada abaixo e que nos foi enviada por um colaborador.

Local da descarga poluente - Rio Neiva - Fevereiro 2016

Mais uma vez, e apesar de todas as obras de saneamento realizadas ao longo do troço do Rio Neiva, continuam a persistir situações de simples poluição abusiva com despejos directos de esgotos e outros dejectos nas condutas de águas pluviais. A situação aqui retratada mereceu a seguinte denúncia que foi enviada por escrito aos serviços competentes:

“Exmos Senhores

Venho por este meio denunciar na EN308 ao km 7.600 (junto ao ribeiro do Carvoeiro), alguém faz as descargas de esgotos nas caixas de drenagem de águas pluviais.(ligação direta á caixa – ver fotografia)

Como se pode verificar nas fotos (o cheiro ainda bem que as fotos não o captam).”

Esperemos para breve uma resposta das nossas autoridades e espero que tudo seja feito para corrigir esta situação e punir os respectivos responsáveis. O rio Neiva está sujeito a uma pressão urbanística cada vez maior ao longo das suas margens e se nada for feito para controlar os efeitos dessa pressão, podemos muito em breve atingir um nível de poluição tal que pode levar à completa extinção das trutas. Isso é algo que devemos evitar a todo o custo e portanto todas as situações que encontrarem deste tipo, façam-nas chegar às autoridades e ao nosso site, que nós teremos todo o gosto em fazer pressão para que as mesmas sejam resolvidas.

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.