Edital de pesca – Serra da Estrela – 2017

Edital de pesca – Serra da Estrela – 2017




Com mais uma temporada que se aproxima, já estão disponíveis alguns editais que regulamentam a pesca às trutas nas zonas de pesca reservada do nosso país. Desde logo, um dos editais mais antecipados pelos pescadores de trutas é aquele que regula a pesca nas lagoas da Serra da Estrela. O edital já está disponível para consulta no site do ICNF e não traz muitas novidades relativamente ao que vigorou em 2016.

A pesca vai abrir em 6 lagoas da Serra da Estrela. Em quatro destas, vai ser possível pescar com morte: Viriato, Comprida, Covão do Forno e Vale do Rossim, enquanto que em duas delas só é permitida a pesca sem morte: Lagoacho e Serrano. As hostilidades da pesca com morte abrem a 1 de Maio nas lagoas do Viriato e Comprida, enquanto que no Covão do Forno a abertura é a 21 de Maio e finalmente no Vale do Rossim a 22 de Junho. Quanto à pesca sem morte, as hostilidades abrem a 1 de Janeiro na lagoa do Viriato e a 5 de Março nas lagoas do Lagoacho e Serrano.

Truta arco-iris Serra da Estrela

O número máximo de trutas a reter é de 5 exemplares e o tamanho mínimo é de 22 centímetros. Só se pode utilizar uma cana por pescador e apenas são permitidos iscos artificiais. A posse de um desembuchador é obrigatória e convém tê-lo à mão, senão as autoridades não hesitarão em multar.

Para uma leitura mais atenta das demais condições do edital e para ficar com uma cópia impressa, basta consultar a página abaixo:


Este ano pesquei na lagoa do Viriato e desfrutei de uma excelente sessão de pesca num cenário inconfundível. Mais do que as capturas, a o que torna a pesca verdadeiramente excepcional nestas paragens, é o cenário grandioso da montanha e o ar puro que se respira. Espero repetir a experiência no próximo ano e se possível mais do que uma vez!!!

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.