Rio Minho – Dezembro 2016

Rio Minho – Dezembro 2016


Durante o fim de semana passado, alguns amigos visitaram o Rio Minho na zona de Monção e resolveram enviar-me umas imagens com as condições que encontraram. Como podem ver pelas fotos, o rio Minho apresentava um caudal normal, com alguma corrente sustentada, mas sem grande força, especialmente na zona dos poços. À partida, as condições encontradas apontavam para uma Barragem Espanhola não muito aberta, o que poderá ser claramente um sinal de que ainda não choveu grande coisa para a época do ano em que nos encontramos.

Quanto a sinais de presença de peixe, foi-me dito que se viam algumas trutas mariscas de pequeno tamanho na zona e que também se avistaram alguns pescadores ao spinning, provavelmente a pescar ao robalo de pinta preta com vinis!! Enfim, nada como uma boa lei para a gente poder estar em casa confortável com a certeza de que para o ano nem vale a pena ir às trutas ao Minho, porque já alguém anda a tratar desse problema de forma diária!!

rio-minho-poco-finais-dezembro-2016

Passando a notícias mais animadoras, parece que a qualidade da água estava em condições razoáveis, apesar de se fazer sentir um frio intenso, especialmente na parte inicial da manhã. Isto pode ser bastante importante para permitir boas condições de subida de trutas e salmões até aos locais mais propícios para a desova. Certamente que uma maior quantidade de água seria desejável, sobretudo para alcançar bons locais de desova, como por exemplo o Mouro, mas pelo menos há água para permitir níveis normais de desova no Minho.

Espero que a temporada de 2017 seja mais produtiva do que a de 2016 no Rio Minho. Este ano ainda por lá passei duas ou três vezes, mas sem grandes resultados. Acredito que sem uma grande mudança do ponto de vista de fiscalização e da pesca com barcos, vai ser muito difícil sair da actual situação para a pesca aos salmonideos da margem.

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.