Abertura – Pesca à truta – 2017

Abertura – Pesca à truta – 2017


Caros amigos pescadores de trutas, chegou finalmente o momento por nós tanto ansiado!!

Estamos a menos de um dia da abertura da pesca às trutas e já muitos de nós estão a finalizar os preparativos para se deslocarem ainda hoje para os locais de pesca (E eu não sou excepção 🙂 ). Quero aproveitar esta oportunidade para desejar a todos os colaboradores e visitantes do Trutas.PT, uma excelente abertura recheada de bons momentos de pesca e de amizade.

Para os verdadeiros praticantes do spinning, interessa essencialmente comprovar a boa forma em termos de lançamentos, escolhas de iscos e recuperações adequadas. Independentemente das capturas, uma boa abertura vai-se sobretudo medir pela capacidade de visualizar bons exemplares de trutas, de não perder amostras e pelos bons momentos passados com os amigos.

Este ano e depois de alguma chuva irregular, e por vezes forte, no norte e centro do país, parece-nos que os caudais dos rios se encontram ainda abaixo do nível normal para a época do ano, sobretudo devido à falta de chuva nas duas últimas semanas. Assim, é nossa impressão de que a maioria das águas devem estar cristalinas e com pouca corrente, dificultando a acção de pesca ao spinning, pois há claramente uma maior visibilidade sobre o entorno natural por parte das trutas. Essa situação deve ser sobretudo mais evidente nos rios com caudal pequeno a médio, enquanto que os grandes rios, Minho, Cávado e Lima, podem estar condicionados pelos débitos das barragens a montante. No entanto, e relativamente ao ano anterior, a situação destes cursos de água é mais favorável e portanto é natural que os períodos de abertura das barragens sejam mais curtos e com menor intensidade, facilitando assim a acção de pesca. Se tudo correr bem, será possível realizar pescarias normais nestes cursos de água.

Em termos de temperatura, os valores expectáveis são relativamente normais com amplitudes térmicas entre os 11 e os 12 graus. De facto, já temos vindo a assistir a temperaturas de Primavera durante a última semana e é natural que as mesmas se atenuem um pouco, mas que não desapareçam completamente no dia de amanhã. Obviamente, que as manhãs em zonas de montanha serão claramente mais frias, mas não devem chegar a valores negativos. Durante o dia, é natural que as temperaturas não evoluam muito, devido às fortes previsões de céu nublado com possibilidade de algum aguaceiro. Isto pode ser bastante relevante do ponto de vista de acção de pesca, pois deve potenciar um maior nível de actividade por parte das trutas, desde as primeiras horas do dia. Mesmo assim, e devido ao facto de ser primeiro dia, convém ser realizar passagens mais lentas com a amostra nos locais mais promissores. Independentemente da temperatura, é natural que as trutas ainda estejam com pouca vontade de correr atrás de alimento.

Quanto ao dia de amanhã, as últimas previsões apontam para um dia nublado com possibilidade de existirem aguaceiros fracos a moderados. O vento será de Sul e apresenta-se com força moderada. As condições são razoáveis para a prática do spinning, não se antevendo qualquer dificuldade de maior em termos de lançamentos. Aliás, a principal dificuldade a existir e a causar perda de amostras, poderá ser a forte alteração do leito dos rios com a criação de novos obstáculos em troços que já conhecemos, portanto convém ver onde é que deixamos afundar as amostras.

Queria só deixar uma última palavra para a questão da segurança. Uma boa pescaria não é aquela em que se tiram muitas trutas, mas é aquela em que ninguém se aleija. Portanto, quer na estrada, quer no rio, aconselha-se uma postura defensiva. Até, porque alguns de nós têm andado afastados das vertentes rochosas de alguns rios. Não vale a pena meterem-se em grandes aventuras, pois não há nenhuma truta que valha um vida humana. Não se esqueçam que o ano passado morreu um pescador de truta em pleno dia de abertura na zona norte!

Fica aqui um forte abraço para todos e … Boa Sorte!

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.