Power Tails – Fiish

Power Tails – Fiish




Este ano, aproveitei para testar um isco novo que foi lançado no ano passado pela Fiish; o Powertail. Com múltiplas configurações, pesos e velocidades de resposta da cauda, esta amostra foi desenhada a pensar na pesca de predadores, e sobretudo daqueles que se alimentam de pequenos peixes, como por exemplo a truta. O sistema de atracção desta amostra assenta numa babete de plástico colocada na cauda que de forma irregular vai provocando oscilações do peixe na água, à medida que ele vai sendo recuperado pelo pescador. Mesmo com níveis bastante reduzidos de tracção da linha, o powertail consegue atingir níveis de vibração muito semelhantes aqueles que os pequenos peixes têm quando se deslocam dentro de água.

Em termos de tamanho, e uma vez que se destina a imitar um minnow, esta amostra é relativamente pequena e portanto, os tamanhos oscilam entre os 3 e os 4,4 centímetros. Já ao nível do peso, é possível encontrar um intervalo mais significativo, que vai desde os 2,4 gramas da amostra mais leve de 3 centímetros (a que tem slow action) até aos 18 gramas da amostra mais pesada com 4,4 centímetros (a que tem acção X-fast). Quanto aos triplos, eles encontram-se entre o tamanho 14 (para a de 3 centímetros) e o tamanho 10 (para a de 4,4 centímetros).

Para terem uma ideia clara da acção impressionante desta amostra e começarem a pensar em como a utilizar, nada como dar uma vista de olhos ao vídeo abaixo que nos mostra como os peixes vêem este isco a trabalhar dentro de água:

Quanto à utilização deste isco para a pesca das trutas, nada como dar uma vista de olhos aos vídeos que estão disponíveis na net, inclusivé aquele que mostramos abaixo. Mesmo para pequenas trutas em pequenos cursos de água, é possível utilizar o powertail de forma eficaz, a favor ou contra a corrente.

A nível pessoal, utilizei o powertail de forma irregular ao longo do ano, alternando com outras amostras. Efectivamente, este ano foi dedicado quase exclusivamente ao Black Minnow e portanto alguma coisa tinha que ficar para trás. De qualquer forma, verifiquei que o powertail é eficaz em situações muito específicas e pode fazer a diferença nalguns casos concretos. É uma amostra que atrai bem as trutas e que consegue convencer uma grande parte delas a morder. Também é uma amostra que se presta a várias técnicas de recuperação que podem ser alternadas para tirar os peixes mais desconfiados de zonas de forte cobertura. Efectivamente, já consegui boas capturas de trutas com esta amostra e só lamento o facto de o triplo ser único e muitas vezes pequeno demais para determinados exemplares. Nalguns casos, isso pode traduzir-se em mais toques e menos retenções, mas também compreendo que a eficácia natatória da amostra depende da utilização de um único triplo.

No global, considero que esta é uma amostra a manter debaixo de olho e possivelmente na cesta para utilizar em situações concretas, podendo fazer a diferença. O seu único senão é o preço caro que apresenta (entre os 11,5 e os 13,5 euros no site da Modern Angler) e que muitas vezes nos pode colocar na defensiva, até a experimentarmos pela primeira vez ….

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.