Rio Côa em Roque Amador

Rio Côa em Roque Amador


Depois de uma temporada em que não pus os pés no rio Côa, por muita pena minha, tive agora a oportunidade de me redimir e de pelo menos dar uma vista de olhos aquilo que se está a passar. Como era de esperar, o rio Côa está com um caudal muito baixo, resultado da seca, mas também da política de contenção de águas que está a ser aplicada pela Barragem do Sabugal. No entanto, nem tudo é negativo e tal como se pode ver pela foto, a qualidade da água parece muito melhor do que aquela que normalmente tínhamos a oportunidade de ver anos atrás. Como é conhecido de quem pesca nestas água, Roque Amador fica a jusante da ETAR do Sabugal e não se nota qualquer evidência de poluição, pelo menos ao nível da cor da água.

Não tive a oportunidade de visualizar qualquer peixe ou truta, mas atendendo à reduzida profundidade do caudal observado nesta zona, é natural que a maioria das trutas esteja concentrada em poços a montante e jusante para conseguirem assegurar a sua sobrevivência durante o Verão. De qualquer forma, e assumindo que as chuvas chegam na altura devida, parece-me que a população de peixes do Côa não terá problemas em sobreviver, pelo menos para já. O que certamente é um excelente sinal e nos faz crer que possivelmente no próximo ano teremos uma boa temporada de trutas!! A ver vamos!!

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.