Edital de pesca – Serra da Estrela 2018

Edital de pesca – Serra da Estrela 2018




Já quase no Natal e ainda sem chuva para nos tranquilizar relativamente à próxima temporada, eis que chegam os primeiros editais do ICNF para as zonas de pesca reservada. Como é costume, temos sempre à cabeça o edital referente à zona de pesca reservada da Serra da Estrela. A publicação antecipada deste edital é sempre bem-vinda, pois para muitos oferece a única oportunidade de começar a pescar trutas sem morte logo no início de 2018.

Após uma leitura atenta do edital, verificamos que não existem grandes alterações de fundo. Número de capturas, tamanho mínimo das trutas e métodos de pesca continuam a ser exactamente os mesmos, bem como o processo medieval de obtenção de licenças. A nível de preços e de número de pescadores permitidos por dia, também não existem alterações. A única alteração digna de registo corresponde aos dias de pesca e às lagoas que abrem à pesca com morte. Assim, este ano, a lagoa do Viriato não vai permitir a pesca com morte. Situação que também se mantém no Lagoacho e no Serrano.

As lagoas que vão ter pesca com morte vão ser as seguintes:

  • Lagoa comprida – entre 1 de Maio e 30 de Agosto
  • Covão do Forno – entre 20 de Maio e 31 de Maio
  • Vale do Rossim – entre 3 de Junho e 14 de Junho

Para uma informação mais detalhada, podem sempre consultar e mesmo imprimir cópia do edital cujo link que se encontra abaixo:

Edital 2018 – Serra da Estrela – Trutas

Basicamente, temos em 2018 uma situação em que a pesca com morte só funciona verdadeiramente na Lagoa Comprida, o que vai levar a uma maior pressão de pesca sobre esta massa de água. Não nos parece uma situação complicada do ponto de vista piscícola, já que toda a população de trutas que habita esta lagoa foi resultado de várias sessões de repovoamento. No entanto, do ponto de vista das sessões de pesca, parece-nos que pode ser um factor contraproducente, sobretudo para quem pretenda pescar mais tarde na temporada.

Enfim, depois de uma séria de visitas bem sucedidas às lagoas da Serra da Estrela em 2017, quero ver se consigo repetir a mesma façanha em 2018. O problema é que para pescar com morte, vou ter que me levantar bem mais cedo da cama para fazer fila em frente ao ICNF. Agora só falta arranjar amigo para alinhar na espera e na viagem comigo 🙂 🙂

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.