Abertruta 2019

Abertruta 2019

No passado dia 30 de Março de 2019, realizou-se mais uma edição do Abertruta, organizado e patrocinado pela Modern Angler. Desta vez, o evento regressou ao rio Minho, pois este ano, as condições para a pesca neste curso de água eram muito melhores do que aquelas que se verificaram no ano anterior. Assim, pelas 6h30 da manhã já estava um bom conjunto de pescadores de trutas ao spinning reunidos no parque de estacionamento junto às termas de Monção e muito próximo do rio com o mesmo nome.

Apesar do frio que se fazia sentir, o rio apresentava uma corrente moderada, possivelmente indicativa de que a barragem espanhola estaria com um débito moderado. Depois dos preparativos iniciais, fomos conversando para ver qual a distribuição dos locais de pesca. A nossa equipa, constituída por mim, pelo Ricardo Lima, Ivo Baptista e Bruno Ferreira, resolveu seguir as indicações do Cerdeira (Caça e Pesca Monção) e fomos com ele até a um local onde tinham saído algumas boas trutas na semana passada. Ao menos, se a coisa corresse mal, já tínhamos em quem pôr as culpas.

Depois do tiro de partida dado pelo Armando, resolvemos então seguir o Cerdeira. Fomos até ao local pretendido e ali o Bruno tirou uma truta de 27 centímetros nos primeiros lançamentos com uma colher chumbada. Eu ainda tive dois toques ao minnow, mas mais nada. Foi só coar água. Com o sítio a desapontar, avançamos para a Lapela à procura dos salmões. Lançamentos nas posturas típicas, mas mais do mesmo. Nem sinal. Mais uma dose de coar água!!

Já com o grupo partido e sem grandes hipóteses de emendar a mão, resolvi juntar-me ao Torres e avançamos para uma zona mesmo encostada a Valença. Ali viam-se umas trutas pequenas, mas com boca insuficiente para se conseguirem prender no minnow. Tive vários ataques aos meus pés, mas nenhuma se conseguiu cravar. Só o Torres é que se safou com dois exemplares: um de vinte e pouco e outra de quinze.

Com as 12h30 a bater no relógio, resolvemos dar por terminada a nossa aventura e avançamos para o local de repasto. A fome e a vontade de conviver era já muito superior à vontade de pescar. Assim, passamos ao que verdadeiramente interessava e no final, para terminar em beleza, tivemos uma distribuição de prémios com lembranças para todos e com o Ricardo Lima a arrecadar o maior prémio sem ter pescado nada. Bastou ficar em último no sorteio (isto é que é sorte)!!

Depois das despedidas oficiais, ainda fomos para o Cerdeira para estourar algum dinheiro, mas o pessoal era tanto que a confusão instalou-se e tivemos que abandonar. Já tínhamos tido a nossa conta de festa num Abertruta que foi mais um sucesso pelo convívio e camaradagem. Uma grande bem haja à equipa da Modern Angler e estamos já a pensar como é que vai ser a edição do próximo ano. Até lá …

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.