Condições no Rio Paiva

Condições no Rio Paiva


No decurso de uma recente visita ao troço do Rio Paiva para montante de Castelo de Paiva, tive a oportunidade de verificar as condições deste rio em meados de Maio. Como podem ver pelas imagens que acompanham este post, o nível era bastante considerável e as correntes apresentavam-se com a força correspondente. As condições para a pesca ao spinning não eram as ideais, pois as correntes estavam com imensa força, mas mesmo assim era possível trabalhar em zonas pontuais, onde os poços ou algumas pedras de maior dimensão permitiam alguma acalmia na movimentação das águas.

Não vislumbrei nenhuma truta na zona em questão, mas tive a oportunidade de ver vários cardumes de barbos em deslocação, anunciando a entrada em força da época da desova. Na sua maioria eram barbos que deviam estar a subir desde o rio Douro.

Quanto à temperatura da água, parecia-me razoável para a época do ano, apesar de estar ligeiramente abaixo daquilo que eu poderia esperar para um mês quente, como costuma ser Maio.

Rio Paiva corrente Maio 2016

Ao nível de poluição, foi possível comprovar que a mesma se apresentava bastante reduzida e que a água estava quase transparente. Resultado, certamente, das grandes chuvadas caídas nas semanas anteriores e que tinham ajudado a limpar muita da miséria que ainda se faz no rio Paiva.

No global, parece-me que o Paiva apresenta condições para dar umas boas trutas, mal o tempo aqueça e a água baixe para níveis mais aceitáveis. Até agora, os relatos que me enviaram não foram muito animadores em termos de pescarias, mas esperemos que isso possa ser invertido dentro em breve … vamos a ver 🙂 🙂

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.