Pesca ao salmão do Danúbio em Salamanca.

Pesca ao salmão do Danúbio em Salamanca.

Dentre as várias espécies que se podem pescar perto da nossa fronteira, há uma que se destaca pelo seu porte e combatividade para os pescadores de salmonídeos. Estamos a falar do Salmão do Danúbio, também conhecido como hucho, que pode ser pescado em Espanha, no rio Tormes e não muito longe da cidade de Salamanca.

Esta espécie foi introduzida em Espanha em 1968 pelos serviços florestais, de modo a potenciar a actividade turística ligada à pesca de salmonídeos na região de Salamanca. Depois de um período de franco crescimento e adaptação, actualmente, esta espécie tem conseguido sobreviver com base em repovoamentos constantes que são assegurados por um viveiro localizado na zona. Para estas dificuldades muito contribuiu também a introdução do lúcio no rio Tormes, que trouxe impactos catastróficos sobre a população de Salmão do Danúbio, alimentando-se dos exemplares mais jovens e fazendo uma razia junto dos peixes que serviam de alimento a esta espécie. Há alguns anos, foram realizadas tentativas para introduzir a espécie na Barragem de Almendra (também no Tormes), mas sem resultados práticos.

Actualmente, o Salmão do Danúbio pode ser pescado no Coto de Villagonzalo II do rio Tormes, entre a primeira semana de Maio e os finais de Agosto. A possibilidade de pescar nesta concessão de pesca é determinada por sorteio realizado na Junta de Castilla y Léon e poucos são os pescadores que conseguem ter direito a um dia de pesca, devido à enorme procura. Só se pode pescar um salmão por dia e por pescador com o tamanho mínimo de 70 cm (2 a 3 anos de vida).

Como esta espécie não se encontra no seu habitat natural, é compreensível que não consiga desenvolver-se na sua plenitude e atingir pesos para cima dos 30 kg. No entanto, e mesmo assim, os pesos máximos das capturas conseguidas no Tormes não são muito desanimadores, andando por volta dos 16 e 18 kg, existindo mesmo um relato não confirmado de um peixe de 20 kg.

Para conhecerem melhor esta espécie, as suas técnicas de pesca e os locais mais interessantes para a sua pesca, devem atentar à informação em Espanhol que aparece abaixo no site Asociacion Pro Hucho de Salamanca. Este site é extremamente completo e realiza uma descrição bastante completa dos assuntos com maior importância para quem se dedica à pesca e protecção do Salmão do Danúbio.

Para além da valiosa informação fornecida por este site, também existe uma secção com fotografias que conseguem viciar qualquer pescador de salmonídeos. As fotos são de excelente qualidade e retratam alguns dos momentos mais intensos e os exemplares capturados durante as jornadas de pesca ao salmão do Danúbio.

Espero que esta informação vos seja útil e que desperte a vontade de brevemente visitar Salamanca e o Rio Tormes. A distância não é muita desde a fronteira de Vilar Formoso (cerca de 1 hora) para quem doutra forma teria que viajar até ao Leste da Europa atrás desta espécie. Apesar do processo de selecção para a concessão de pesca de Villagonzalo II ser relativamente complicado, tenho a impressão de que valerá certamente a pena 🙂 Para quem estiver interessado, as candidaturas devem ser realizadas no final de Setembro/principio de Outubro do ano anterior ao qual pretendem pescar.

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.