Condições no Rio Gadanha – Março de 2013

Condições no Rio Gadanha – Março de 2013

Nos primeiros dias de pesca à truta, tive a oportunidade de passar pela bacia do Rio Minho, e como tal não podia desperdiçar a oportunidade para ver o que se passava nalguns rios míticos da zona. Estive a pescar no Rio Mouro, e quando terminei essa pescaria, resolvi passar pelo Rio Gadanha para ver como estavam as coisas.

Como era de esperar, o Rio Gadanha apresentava um caudal apropriado para esta época do ano. As correntes estavam a funcionar em pleno e os poços tinham água suficiente para conter bons exemplares. As chuvas dos últimos dias tinham sido providenciais para criar condições bastante interessantes para quem se conseguir fazer às lindas trutas deste rio.

Como sabem este rio está concessionado nos troços mais interessantes para o spinning, e logo só com a aquisição de uma licença especial é que poderão ter a oportunidade de pescar as famosas trutas do Gadanha. A pesca neste rio iniciou-se no dia 1 de Março de 2013, e as capturas estão limitadas a 5 trutas fário e 2 trutas mariscas. As licenças de pesca para os pescadores não residentes no concelho de Monção é de 4,99 euros.

Condições no Rio Gadanha - Março 2013

No global, as condições do Rio Gadanha parecem-nos bastante adequadas para a prática da pesca. O único senão poderá estar associado à temperatura, que nalguns dias, estará a níveis baixos condicionando a actividade das trutas. Algo que já tivemos a oportunidade de verificar nalguns rios da zona. De qualquer forma, à medida que formos avançando para Abril e Maio, e caso a chuva se mantenha firme como até agora, teremos oportunidade de desfrutar dos melhores dias de pesca da temporada neste pequeno grande rio.

Vale a pena a visita para quem gosta de pescar trutas ao spinning (versão light), especialmente nos lotes mais próximos da confluência com o Rio Minho 🙂 . Desde já fica aqui o link com as condições para quem quer visitar este rio:

Concessão do Rio Gadanha

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.