Edital de Pesca – Serra da Estrela 2015

Edital de Pesca – Serra da Estrela 2015


Esta versão do edital já foi alterada – Ver nova versão!!

Mais um ano que se aproxima a largos passos e mais um edital que prepara a próxima época. Desta vez, e à semelhança de anos anteriores, o ICNF lança o edital de pesca para as Lagoas da Serra da Estrela dois meses antes do início do próximo ano: 2015.

Normalmente, este facto é compreensível até porque a Serra da Estrela costumava ter sempre uma mesma Lagoa a funcionar em contínuo para a pesca sem morte da truta, que era a Lagoa do Viriato. No entanto, este ano parece que a coisa mudou abruptamente de figura. De acordo com o edital para 2015, a Lagoa do Viriato vai estar apenas aberta durante o mês de Maio para a pesca com morte, ficando depois encerrada a qualquer tipo de pesca. A substituir a Lagoa do Viriato, vai passar a estar em funcionamento contínuo para a pesca sem morte a Lagoa do Lagoacho.

Truta arco-iris Serra da Estrela

Enfim, esta alteração suscita-me algumas dúvidas e apreensão sobre o que se está a passar nestas massas de água. Então, qual é a razão de a Lagoa do Viriato deixar de funcionar em contínuo para a pesca sem morte? Excesso de pesca? Stress sobre a população piscícola? Canibalização das trutas? Doenças? Acho que esta era uma clara oportunidade para verificar o que anos seguidos de pesca sem morte intensiva e gestão virada unicamente para esse fim causaram numa massa de água. Pena é que mais uma vez, o lobby se feche sobre si com a conivência do ICNF.

Quanto às outras questões do regulamento propriamente dito, verifica-se que a Lagoa Comprida vai estar aberta em 2015, com o período de pesca a decorrer entre 1 de Maio e 30 de Agosto. Nesta Lagoa podem-se reter um máximo de 5 exemplares de trutas, cada uma com o tamanho mínimo de 22 cm.

Para quem quiser realizar uma leitura mais atenta do edital, pode consultá-lo abaixo:


Em termos de acesso aos dias de pesca nas Lagoas da Serra da Estrela, mantém-se o esquema retrogado de há vários anos atrás. Dia e hora de abertura da venda das licenças em zona muito específica, permitindo que as primeiras só estejam disponíveis para os residentes locais ou outros que nada fazem e conseguem passar a noite à porta do ICNF na Guarda ou em Viseu.

Já estava na hora de criar um sistema electrónico de sorteio e acesso online às licenças de pesca para que todos tivessem iguais oportunidades, mas em vez disso mantém-se o velho sistema para justificar o salário e o posto de trabalho de gente do partido/lobby que só sabe passar licenças na vida e arranjar algumas para os amigos!! Porque tudo é preciso, desde que haja justificação séria, como é o caso!!

Relativamente a este ano, não sei se terei oportunidade de pescar nas Lagoas, devido ao custo/disponibilidade para as deslocações destinadas à obtenção de licença. É pena, mas também compreendo que estes locais se foram tornando coutada dos fundamentalistas da pesca sem morte que em conjunto com a facção ambientalista do ICNF têm procurado minar ao máximo o acesso de outros pescadores às Lagoas da Serra da Estrela, tudo com base nos slogans da biodiversidade e protecção ambiental. Como esta é gente com a qual não estou disposto a pactuar, quanto menos dinheiro lhes der melhor! Já chega o que sugam nos impostos indevidamente!

Depois de tudo isto, só me resta uma grande dúvida: “Porque é que a Lagoa do Viriato abre à pesca com morte durante um mês?”. Esse para mim é o grande mistério que precisa de ser desvendado de forma séria 🙂 🙂

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.