Alerta poluição – Ribeiros do Lima.

Alerta poluição – Ribeiros do Lima.

Amigos pescadores,

Neste fim de semana, resolvi pescar em força nos ribeiros do Lima. O tempo instável e caudais médios destes ribeiros tornavam-os opções interessantes para disfrutar de bons momentos com algumas trutas mais ariscas. Mais concretamente, o meu esforço de pesca incidiu em duas linhas de água na margem direita: a Ribeira de Portuzelo e a Ribeira de Cardielos (que por acaso tem outro nome, mas que para mim aparece sempre associada á povoação por onde passa).

Independentemente das histórias de pesca em cada uma destas ribeiras (que irei publicando ao longo da semana), houve um facto que me chamou a atenção pela negativa. O elevado nível de poluição humana que se encontra no leito e ao longo das margens da ribeiras. Poluição que pela sua natureza não é industrial (caso contrário as trutas já teriam desaparecido há muito), mas sim de natureza individual. É com muito desagrado que verificamos que todo o tipo de lixo é atirado de forma indiscriminada para estes pequenas linhas de água. Desde restos da construção civil, a sacos de plástico, latas, electrodomésticos … enfim de tudo o que se possa imaginar. Isto acontece em linhas de água que contêm algumas das trutas mais belas e puras (geneticamente) do nosso património truteiro. Como é que é possivel? 

Este tipo de situações faz-nos reflectir sobre o tipo de mundo em que vivemos e sobre a sociedade que queremos para o futuro. Com tanta informação disponivel e com tantos locais para depositar o lixo, porque é que meia dúzia de energúmenos continua a insistir neste tipo de práticas selvagens? Num caso concreto, chegamos até a vislumbrar uma frigideira depositada no leito do rio (ver foto). Alguém com pouca inteligência que tentou fritar trutas dentro de água! Enfim, já se espera de tudo quando se encontram este tipo de espectáculos.

O facto destas ribeiras se localizarem em áreas com fortes densidade populacionais e atravessarem algumas povoações não é desculpa para este estado de coisas. De facto, quando tal acontece a consciencialização das pessoas deve ainda ser mais apurada, incentivando uma maior responsabilidade. Um grande exemplo que vimos foi a campanha adoptada na foz da Ribeira de Portuzelo. O cartaz que é capa deste post ilustra a forma como a povoação procura preservar umas das suas riquezas. Temos que ser intransigentes neste tipo de situações em que a ignorância de uns poucos põe em causa o prazer e a felicidade de muitos.

Precisamos cada vez mais de operações de limpeza das ribeiras e sobretudo das ribeiras do Lima. À semelhança do que já acontece noutras zonas do país (onde as trutas são lembranças muito distantes), está na altura de realizar uma limpeza total e completa destas pequenas linhas de água. Ainda vamos a tempo de proteger um património truteiro de valor incalculável para os nossos netos. Contam comigo para que a imagem do saco plástico pendurado nas margens do rio passe a ser uma imagem do passado. E desde já fica aqui o alerta para todos os que puderem fazer a diferença 🙂

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.