A pedir chuva para a abertura …

A pedir chuva para a abertura …

Depois de meses de seca, e com a abertura geral da pesca às trutas para breve, a nossa atenção volta-se cada vez mais para o estado do tempo nos próximos dias. Efectivamente, os caudais dos rios e as albufeiras de algumas barragens chegaram a níveis tão baixos em determinadas zonas do país, que já nos interrogamos se a chuva que vai cair desde agora até ao principio do Verão será suficiente para assegurar a sobrevivência das principais espécies que habitam os nossos rios e, nomeadamente das trutas. A falta de humidade é de tal ordem, que mesmo perante temperaturas negativas, não se assiste à formação da tradicional geada.

Conscientes da emergência deste assunto, temos andado constantemente à procura de previsões claras de precipitação nos próximos tempos e já encontramos alguns sinais animadores. Após uma vista de olhos sobre as previsões do site Weather.com para a cidade do Porto, conseguimos vislumbrar a possibilidade de existirem chuvas com alguma intensidade a partir do dia 22 de Fevereiro. Na imagem abaixo, podem consultar o detalhe destas previsões:

De acordo com as previsões em causa, esta precipitação vai também levar a um aumento da temperatura média. Esperemos no entanto, que esta chuva não seja “sol de pouca dura”. Efectivamente, o estado lastimoso a que chegaram algumas das nossas massas de água, exige um reposição substancial de água no solo.

A nível de pesca, a ritmo de precipitação que vai ocorrer até ao dia 1 e no próprio dia, vai ser determinante para o sucesso da jornada de pesca. Esperemos que a chuva se faça sentir de forma contínua e não de forma exagerada, pois poderá-se traduzir não só em estragos materiais para as populações ribeirinhas, mas também em danos, que poderão agora ser irremediáveis, para as posturas das nossas trutas.

Iremos manter-nos atentos ao desenrolar das condições meteorológicas e mais próximo da abertura, realizaremos mais um relatório mais detalhado.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.