Trutas com cancro de pele??

Trutas com cancro de pele??

Depois de termos noticiado que a extinção das trutas na Península Ibérica pode estar para breve, devido ao efeitos do aquecimento global, agora temos ainda mais más notícias. De acordo com um estudo realizado em parceria pela Universidade de Newcastle no Reino Unido e do Instituto de Ciência Marinha da Austrália, foram descobertos os primeiros casos de peixes com cancro de pele. E qual a espécie de peixe afectada??

Tinha que ser a truta! Não temos certeza sobre qual a espécie envolvida e sobre o habitat da mesma, mas pela pouca informação que temos parece que se trata da truta de coral. Uma espécie indígena da Austrália e que parece que vive em ambiente marítimo.

Apesar desta notícia não reportar directamente à truta de rio, tal como a conhecemos, não deixa de ser grave, pois abre uma caixa de pandora para uma doença que se pode vir a espalhar rapidamente, e à escala global. Não quero ser profeta da desgraça, mas convém passarmos a estar atentos a este tipo de situação nos nossos rios.

Segundo os cientistas, o cancro de pele encontrado nos peixes deve-se a um dos maiores buracos de ozono do mundo que se localiza na Grande Barreira de Coral Australiana, pois os peixes doentes foram encontrados na proximidade desta zona. É uma péssima notícia para todos os pescadores e ambientalistas que trabalham seriamente na preservação dos nossos ecossistemas e espécies piscícolas.

Esta notícia foi divulgada pela Universidade dos Açores, através do Departamento de Biologia, e pode ser consultada na janela abaixo:

Claramente uma situação que nos deve preocupar e contra a qual pouco poderemos fazer. Esperemos que este tipo de notícias comece a aumentar a sensibilidade dos nossos governos à escala mundial para evitar que a situação entre no descalabro total. Se não houver lugar para os peixes, também brevemente deixará de haver possibilidade de sobrevivência para o Homem.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.