Trutas nos Açores – só pesca desportiva

Trutas nos Açores – só pesca desportiva


Normalmente quem pretende passar umas férias desportivas nos Açores tendo como principal motivo a pesca, raramente coloca em primeiro lugar a pesca à truta. Efectivamente, os Açores são famosos pela sua pesca desportiva de mar que permite a captura de grandes troféus no azul. No entanto, isto não quer dizer que não existam trutas nos Açores, nem que a sua pesca não seja tão divertida como no continente.

Eu nunca tive a oportunidade de pescar nos Açores, mas tenho alguns amigos que já andaram por lá e já fizeram das suas nalgumas ribeiras das ilhas, tendo capturado alguns bons exemplares de trutas arco-íris. Elas andam por lá, são objecto de repovoamento contínuo e colocam um desafio interessante, especialmente depois de serem picadas pelos primeiros anzóis.

Repovoamento Trutas

Como é do conhecimento geral, os Açores não tinham trutas nas suas ribeiras e lagoas. Estas foram introduzidas pelo homem e só sobrevivem graças ao repovoamento constante. Existem dois postos aquícolas que têm essas funções: um na ilha de São Miguel e outro nas Flores. No global, produzem todos os anos cerca de 30000 trutas arco-íris que são exclusivamente destinadas ao repovoamento das várias massas de água da ilha, nomeadamente da Lagoa do Fogo.

Fica aqui esta sugestão para quem quiser visitar as ilhas do Açores e gostar de dar uma volta às trutas. Trutas não faltam, agora há que saber com antecedência quais as massas de água que são objecto de repovoamento. Naqueles dias em que o mar não permite a saída de barco, a pesca às trutas arco-íris pode ser uma boa opção para passar umas horas divertidas!!

Ouvi dizer que as trutas do Açores gostam mais de minhoca do que amostras 🙂 🙂

Isso foi o que me disseram … mas para o caso de ser verdade, convém ir artilhado com várias opções ..

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.