Condições após chuva forte no Âncora

Condições após chuva forte no Âncora

Recentemente, tive a oportunidade de visitar o Rio Âncora, naquilo que considero serem as primeiras chuvas fortes desde Agosto. Durante a noite choveu bastante, portanto eu antecipava que o Rio Âncora estivesse castanho, com algum caudal, mas não estava preparado para aquilo que acabou por acontecer.

Na manhã do dia da pescaria, deparei-me com um cenário de chuvas e ventos fortes que condicionavam, não só a deslocação de carro, mas também a própria acção de pesca. Por sorte, quando cheguei ao Âncora, deparei-me com uma aberta e tive oportunidade de me vestir, mas a partir daí, foi sempre em crescendo. O rio começou a aumentar de caudal continuamente e enormes quantidades de lixo e detritos começaram a encaminhar-se para o centro da corrente.

Normalmente, com este tipo de condições, o rio Âncora acaba por ser bastante produtivo, mas o cenário que enfrentei era mau demais para ser verdade. Eu bem andava atrás das mariscas na zona livre próxima da foz, mas o lixo transportado pela água, impossibilitou completamente qualquer pescaria naquele momento em concreto. Em cada lançamento, a colher apanhava imediatamente lixo e não conseguia rodar como deve ser.

Ponte romana Rio Âncora chuvas fortes Setembro 2014

Certamente, que após duas ou três horas de chuva contínua, a quantidade de lixo acabaria por diminuir no centro da corrente, mas isso era esperar tempo demais para mim. Mesmo assim, fiquei satisfeito com aquilo que vi. Pelo menos nos próximos tempos, não vai haver seca a afectar as trutas do Âncora e muitas das mariscas já tiveram condições para avançar para locais mais próximos das zonas de desova.

Com poucos dias para terminar a temporada de mariscas em zonas bastante específicas, esta pode ser uma derradeira oportunidade para dar uma volta no Rio Âncora. A zona de pesca é bastante limitada, mas poderá valer a pena …

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.