Pesca à truta nos Açores.

Pesca à truta nos Açores.


Sendo um destino turistico de excelência para a pesca de mar, os Açores também possuem boas condições para a pesca em águas interiores, incluindo a pesca às trutas. As espécies que neste momento povoam as ribeiras e as lagoas dos Açores foram introduzidas na sequência de repovoamentos, realizados na maioria por intervenção humana. O primeiro repovoamento digno de registo foi realizado na Lagoa das Sete Cidades no final do século XIX e inclui espécies como a Ruivaca (Mondego), Truta Comum e Truta de Lago (Inglaterra), Carpa (Alemanha), Achigã (EUA) e a Perca (Inglaterra). Entretanto, têm vindo a ser realizados repovoamentos de recuperação de algumas destas espécies, pois as mesmas apresentam dificuldades em se reproduzir de forma natural nas lagoas, ocorrendo casos em que algumas simplesmente desapareceram. Recentemente, ocorreram também repovoamentos com vista à introdução do lúcio e do lucioperca nas Lagoas das Sete Cidades e das Furnas.

Neste momento, e para os pescadores de trutas, a espécie por eleição que pode ser encontrada nos Açores é a truta arco-iris. Das várias espécies de trutas introduzidas, esta foi a única que conseguiu subsistir nas águas interiores dos Açores, nomeadamente nas Ribeiras e nas lagoas, nomeadamente na Lagoa do Fogo. Uma vez que as trutas arco-iris têm dificuldades para se reproduzir nas águas dos Açores, a manutenção desta espécie é assegurada através de dois centros de reprodução: o viveiro florestal da Furnas e um viveiro localizado na ilha das Flores, no Parque Florestal de Recreio Luís Paulo Camacho.

O tamanho mínimo para a retenção de trutas é igual ao que está definido para Portugal Continental (19 cm) e a temporada de pesca obedece a legislação especifica. Assim, na ilha de São Miguel, a temporada está aberta entre 1 de Maio e 31 de Agosto nas Ribeiras e entre 1 de Maio e 31 de Outubro na Lagoa do Fogo. Já no caso da ilha das Flores, a temporada só está aberta entre 1 de Maio e 31 de Agosto para as Ribeiras e as Lagoas da Lomba. No que diz respeito ao número de capturas existem também limites fixos: 15 trutas para a pesca nas Ribeiras da ilha de São Miguel e nas Ribeiras e Lagoas da Lomba na ilha das Flores. O limite sobe para 20 trutas nas lagoas da ilha de São Miguel.

Para pescarem nos Açores, podem utilizar a licença nacional ou então tirar uma licença regional, dominical (só permite a pesca em todos os domingos e feriados), turistica (30 dias) ou especial (10 dias). As licenças especificas da região podem ser tiradas nos respectivos serviços florestais.

Para mais informações e para se manterem actualizados relativamente a potenciais alterações dos períodos de pesca ou de outros regulamentos pertinentes, podem sempre visitar o site do governo regional dos Açores.

Portanto, já sabem … se forem de férias para os Açores ou se estiverem de passagem, não há razão para que não possam fazer uma pescaria às trutas. Certamente que vão tirar trutas arco-iris, mas o divertimento vai ser garantido, especialmente se elas estiverem com vontade de morder.

Boas pescarias nos Açores 🙂

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.