Visita às trutas dos Rios Beirões

Visita às trutas dos Rios Beirões

Boas!

Em conversas no site Trutas.com.pt, fui aliciado a visitar a Beira Alta, pelo João Mota! Datas para a frente e para trás, marcamos uma pescaria que foi realizada no passado sábado!

Formou-se uma equipa jeitosa … de boa gente! O plantel maravilha era o seguinte:
– João Mota, o nosso anfitrião
– João do trutaseserras.blogspot.com
– Jesus
– António Ferreira
– E eu mesmo 🙂

Uma viagem feita pelo fresco da manhã, com a pesca a ter inicio ás 9.30, depois das devidas apresentações e explicações do nosso anfitrião!

Um dia solarengo, com céu limpo, num rio de águas cristalinas era o panorama para o dia de pesca!

Formamos 3 grupos de pesca, 2 para o spinning e o João a pescar sozinho com as suas plumas! Mas, a má noticia é que já tinhamos companhia no troço escolhido … mas há que montar as canas, e siga para o rio!

Eu fiquei com a companhia do Mota durante toda a jornada de pesca!

E deu-se inicio á pescaria!

Sem ter o devido conhecimento do rio, achei o caudal um pouco baixo, mas foi-me logo explicado, que estava normal para a altura do ano, e que não era por isso que não havia trutas … e no final do dia, deu para perceber o porquê do caudal. Por falar em trutas, olhava-se para todo o lado e nada de as ver! Só barbos e bem grandes…

Rio muito largo, e nas zonas onde estreitava, a corrente fazia-se sentir e bem, e sem grande declive no seu curso.

Este cenário de rio espraiado não era de todo a minha praia!

Lançamentos longos para a margem oposta e a amostra posta debaixo dos ramos que criavam sombras, era o objectivo!

Não demorou muito até que o Mota, tira a primeira do dia!

Uma belissima truta…

Fomos andando e conversando sobre os pontos fortes e fracos do rio, aproveitando os locais mais promissores.

Durante a caminhada, tive a sensação de que o local estava pouco batido para a altura da época. O que é sempre bom, por um lado a pressão de pesca é reduzida e a probabilidade de realizar alguma captura aumenta.

Numa corrente mais profunda, faço a minha estreia!

A diferença da cor destes peixes é bem notória comparando com as do Alfusqueiro! Mais prateadas, com pintas negras não tão denunciadas.

O rio é de uma beleza única, e com um estado selvagem invejável…

Tinha chegado a hora do almoço, para arranjar forças para mais um troço no inicio da tarde.

Houve mais algumas capturas, com eu a levar grande “abada” do Mota … é o que dá em ser local e tratar as trutas por tu!

Num belo poço, ainda fiz a segunda captura do dia.

O Mota ainda faz mais uma bela truta … no caminho de regresso!

E estava feito o dia…

Foi um dia espectacular, em muito boa companhia, num rio lindíssimo com uma paisagem espectacular, e até houve trutas! Melhor não há!

Eu fiquei com “água na boca” para repetir e penso que os outros intervenientes também! Pelo menos a viagem de regresso foi muito animada e a pensar nos grandes bichos que por lá deve haver…

A repetir brevemente!

O muito obrigado ao Mota por nos ter aturado todo o dia! 🙂

Abraço

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Apaixonado pela pesca...