Ribeira de Portuzelo – Trutas?? O que se passou??

Ribeira de Portuzelo – Trutas?? O que se passou??


Há poucos dias, visitei a Ribeira de Portuzelo na zona de Viana do Castelo. É sempre aquele local mágico que gosto de visitar, mais pelo prazer de ver algumas lindas trutas a brincar com a amostra do que para conseguir grandes capturas. De todas as vezes que visitei esta ribeira, fiquei sempre muito bem impressionado com a densidade de peixe, especialmente durante os meses de Abril e Maio.

Desta vez, o cenário foi completamente diferente 🙁 Comecei a pescar por volta das 9 horas da manhã. O dia estava enublado e no dia anterior tinha caído alguma chuva, portanto as condições para a prática da pesca não eram nada más. Equipei-me com material de light spinning, cana de 1,2 metros, linha 0,12 da Fendreel e amostra Mepps Aglia nº1. Os primeiros lançamentos saíram na zona da ponte da estrada nacional Viana do Castelo – Ponte de Lima, e depois de meia hora a bater para jusante, resolvi arrancar para montante.

O rio tinha uma corrente muito razoável para a prática do spinning, mas simplesmente comecei a ver que não existiam trutas. Pelo menos, não vi nenhuma em cerca de 2 horas. Nem a seguir a amostra, nem a fugir, nem nada!! Mesmo os barbos, escalos e bogas, apesar de presentes, pareciam apresentar densidades populacionais muito mais reduzidas do que aquelas que eu tinha visto em pescarias anteriores. Fiquei extremamente decepcionado e sem perceber muito bem o que estava a acontecer, ou o que tinha acontecido por ali.

A situação pareceu-me de tal ordem grave, que resolvi fazer uma breve viagem de carro para montante, a caminho da nascente. No entanto, o cenário não se alterou … A escassez de peixe continuava a ser notória e só já passada uma hora de pesca é que consegui vislumbrar uma pequena truta junto a um pilar de uma pequena ponte. Uma autêntica desgraça!!

Perante este cenário, resolvi terminar a sessão de pesca o mais rapidamente possível. Não valia a pena perder tempo por ali, pois algo estava muito errado. Algo se passou na Ribeira de Portuzelo e parece-me que as próximas temporadas de pesca à truta neste local podem estar irremediavelmente condenadas. A densidade que vi é verdadeiramente assustadora.

Já falei com o João Dias sobre este assunto e também ele sofreu com esta situação. Perante isto, gostaria de saber qual a causa deste mistério que aparenta contornos muito maus. Se alguém souber o que se está a passar, fico agradecido se deixar um comentário a este post.

Nunca vi a Ribeira de Portuzelo assim e terei um enorme desgosto se esta massa de água deixar de fazer parte da minha lista de opções.

Isso só significará a morte de mais um rio truteiro em Portugal!!

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.