Repovoamento pioneiro de trutas na Serra da Estrela

Repovoamento pioneiro de trutas na Serra da Estrela

Recentemente, foi realizado um repovoamento pioneiro de trutas nas lagoas da Serra da Estrela. Sendo este um local favorito para vários pescadores desportivos nacionais e estrangeiros, estava na altura de fazer mais pela preservação de trutas nas lagoas da Serra, pois muitas delas estavam com densidade populacionais bastante reduzidas e algumas já não eram repovoadas há muitos anos. Uma parte do problema devia-se à dificuldade de acesso a uma grande parte das lagoas, que impedia que os veículos motorizados equipados com material de oxigenação das trutas conseguissem alcançar estes locais remotos. No entanto, este problema finalmente começou a ser resolvido e com o apoio dos pescadores.

Assim, a última iniciativa de repovoamento de trutas nestas lagoas foi realizada com o apoio de mochilas equipadas com material de oxigenação. Estas mochilas foram transportadas por alguns pescadores da zona, que voluntariamente se associaram e colaboraram para que esta iniciativa se realizasse. O número de trutas transportado não foi elevado, mas mesmo assim conseguiu-se dar um primeiro passo no sentido de fazer uma diferença significativa na densidade populacional das trutas na zona.

Para aqueles que gostariam de ter uma oportunidade de ver a reportagem na íntegra, podem visualizar o video da RTP na janela abaixo:

Esta é uma iniciativa louvável que basicamente comprova que os que mais fazem pela pesca em Portugal, acabam por ser os pescadores desportivos, e neste caso concreto, os pescadores de trutas. O nosso bem haja aos pescadores que participaram nesta iniciativa e esperemos que este exemplo sirva de inspiração para algumas entidades, e também para alguns de nós que querem fazer mais pelo nosso desporto 🙂

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.