Condições de pesca em Maio

Condições de pesca em Maio




Nos primeiros dias de Maio, tivemos oportunidade de pescar nalguns rios da nossa geografia e o panorama parece-nos animador. Efectivamente, os primeiros dias de Maio apresentam rios com caudais bastante razoáveis e barragens nos seus níveis máximos, como por exemplo Pisões ou Touvedo. Esta situação parece indicativa de que este ano não iremos ter seca e como tal é muito natural que as trutas se consigam resguardar durante o Verão.

Em termos do sucesso das desovas, a visualização de um bom cardume de alevins na zona do Rabagão parece ser um bom sinal. As chuvas permitiram a manutenção de caudais elevados, o que se traduziu em níveis significativos de oxigenação e no transporte de boas quantidades de nutrientes para jusante. Nalguns casos, também as trutas foram transportadas com as cheias e chegaram-me relatos de capturas excepcionais, como por exemplo de uma truta de 2 kilos na cidade de Águeda em pleno rio Águeda.

Neste momento, o tempo já aquece e apesar da temperatura dos rios ainda estar relativamente baixa, a mesma deve aquecer nos próximos tempos, sobretudo nos rios de montanha. Nos rios de planície, já se vislumbram resultados deste aquecimento, pois da última vez que estivemos no Coura, já tivemos a possibilidade de observar algumas eclosões bastante interessantes de moscas de Maio.

Truta devolvida à água no Rio Coura

Em termos de densidade piscícola, tenho observado sobretudo a presença de pequenos exemplares nos nossos rios. Apesar dos caudais dos rios se manterem a níveis substanciais, a densidade de pesca e o aumento da luminosidade dos dias tem colocado as trutas maiores fora de acção. Aliás, as melhores condições para a captura de bons exemplares ocorreram aquando das últimas chuvas e portanto é natural que haja diminuição da densidade ou aumento da furtividade destes peixes.

Finalmente, uma última nota para os grandes rios influenciados pelos débitos das barragens. Com os níveis das albufeiras ainda elevados, é natural que se mantenham as descargas nos próximos tempos. Estas descargas baixam a temperatura média dos caudais de rios como o Minho, Lima e Cávado, que possivelmente só terão condições ideais para o spinning contínuo e diário da margem a partir de finais de Maio, inícios de Junho. Isto não é necessariamente uma má notícia, pois pode significar bons locais para pescar até finais de Julho.

Continuação de boas pescarias 🙂

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.