Condições – Rio Neiva antes da abertura

Condições – Rio Neiva antes da abertura




Já muito perto da abertura, passei nas proximidades do rio Neiva, mais propriamente no troço concessionado junto à A28 e o cenário com que me deparei é aquele que podem visualizar nas fotos que acompanham este post.

O rio apresentava um caudal relativamente elevado, mas ainda dentro das margens. A cor da água estava ligeiramente escura, havia visibilidade suficiente para se conseguir ver o fundo com cerca de 1 metro de água. A temperatura da água era relativamente razoável para a época do ano e não nos pareceu demasiado fria para condicionar a actividade das trutas.

No global, as condições pareceram-me as ideais para começar a pescar ao spinning com rapala de 7 centímetros ou mais, ou com colher pesada. Não se visualizou qualquer exemplar de truta, mas pelo aspecto, deviam estar ou no centro das correntes ou então nos remansos ou perto de alguns obstáculos mais salientes.

Rio Neiva - corrente - final de Fevereiro 2016

Existiam alguns novos obstáculos dentro do rio causados pelas enxurradas das últimas semanas, no entanto, não nos parece que isso possa condicionar a pesca de forma significativa. De facto, o efeito das enxurradas acabou por ser bastante positivo na limpeza das margens, permitindo uma deslocação mais fácil pelas mesmas.

Rio Neiva - queda de água - final de Fevereiro 2016

No global, e por aquilo que vi, o Neiva estava no ponto para começar as hostilidades. Pena é que a pesca nesta concessão só arranque em meados de Abril. Até lá, há que esperar, pois elas certamente vão engordar com a chuva que continua a cair.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.