Condições de pesca na Ribeira de Afife – Julho 2012

Condições de pesca na Ribeira de Afife – Julho 2012




Recentemente, na sequência de mais uma intensa jornada de pesca, tive oportunidade de passar pela Ribeira de Afife. Já há muito tempo que andava com vontade de passar por lá e, finalmente, tive a possibilidade de concretizar esse meu desejo. O meu amigo João Dias fez relatos de boas capturas à mosca durante a temporada e como tal, ficou a vontade de fazer uma visita, até porque raros são os anos em que não passo por Afife para visitar as trutas da zona 🙂

Tal como esperado, a Ribeira já corre com pouca água. Já estamos em Julho, e apesar de alguns aguaceiros ocasionais, verifica-se que o caudal já é bastante reduzido e que as algas e vegetação ocupam a maioria das margens e mesmo o centro da ribeira. Isto dificulta enormemente a pesca por duas razões: coloca as trutas em estado de alerta total (colocando o pescador rapidamente ao alcance da truta) e condiciona bastante os lançamentos realizados ao spinning. Assim, para se realizar uma pescaria ao spinning neste ribeiro e nesta altura, tem que se caminhar muito para procurar os locais mais propícios para lançar e conseguir capturar trutas. Nalguns sítios, não vale mesmo a pena pescar. É passar à frente, porque as trutas não estão lá.

Mesmo com todas estas dificuldades, considero que a Ribeira de Afife ainda pode oferecer algumas grandes emoções ao spinning durante o mês de Julho. A elevada dificuldade da acção de pesca e a extrema furtividade das trutas são ingredientes para algumas horas bem passadas.

Apesar de não ter tido muito tempo para a pesca na Ribeira, resolvi mesmo assim fazer exactamente 4 lançamentos … e com resultados devastadores e imediatos 🙂 Há dias assim, mas mais sobre isto noutro post 🙂

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.