Trutas na Feira da Caça e Pesca de Ponte de Lima

Trutas na Feira da Caça e Pesca de Ponte de Lima




Muito recentemente, tivemos a oportunidade de visitar a Feira da Caça e Pesca de Ponte de Lima. Em boa companhia, desfrutamos de momentos lúdicos ligados à pesca, e também conseguimos visitar todos os pavilhões/stands que estavam na Feira. Vimos a piscina com os peixes utilizados para testar diferentes técnicas de pesca e ainda conversamos com algumas entidades de reconhecida competência na gestão das principais problemáticas ligadas à caça e à pesca.

No périplo realizado na Feira, visitamos o pavilhão da Autoridade Florestal Nacional (AFN) e comprovamos com algum interesse, que existia uma breve apresentação de algumas das espécies mais emblemáticas de peixes fluviais, que era acompanhada pela presença em aquário de algumas dessas espécies. Atendendo ao facto de Ponte de Lima ser um local central para a pesca da truta em Portugal, não só devido à riqueza fluvial desta área, mas também devido ao número de investimento realizados em pequenas explorações privadas de pesca intensiva, achamos que se justificava claramente este tipo de destaque. Isto numa feira que de pesca ainda tem muito pouco de pesca desportiva, comparativamente a certames, como por exemplo a norcaça/norpesca. Aliás, basta olhar ao número de stands dedicados à pesca … e sobretudo à pesca da truta.

A única referência que encontramos relativamente à truta, foi um aquário dedicado a esta espécie que estava no stand da AFN. As trutas que lá estavam pareciam estar um pouco atarantadas e com um comportamento atípico, aliás como se pode comprovar pela foto abaixo.

No global, parece-nos que a truta e o desporto da pesca à truta não está nada bem representado nesta Feira que se realiza num ponto central da pesca à truta em Portugal. Isto acaba por ser o reflexo do desprezo a que este desporto está sujeito em Portugal pelas autoridades competentes e também a falta de organização da nossa classe e dos seus agentes mais directos. Se continuarmos a trilhar este caminho, penso que estaremos a caminhar a passos largos para o esquecimento …

Algo que não faz sentido, quando nos países mais desenvolvidos, a pesca à truta é um desporto de primeira categoria, com um forte entorno comercial e turístico, e que é devidamente organizado e gerido à parte no universo da pesca desportiva.

Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.