Num “quintal” do Alfusqueiro …

Num “quintal” do Alfusqueiro …

Boas,

Sábado de manha foi dia de sair cedo da cama, com o intuito de ir ao encontro do Jesus, companheiro de fórum (trutas.com.pt) e grande aficionado da pesca às trutas!

O intuito era uma bela manhã de pesca, para aproveitar o tempo encoberto e as primeiras chuvas após a abertura, numa zona desconhecida para mim, embora localizada no rio onde mais pesco, que é o Alfusqueiro.

Encontro marcado para as 8.15 da manha, e ai vamos nós! O tempo como previsto ameaçava chuva e estava bastante encoberto, o que nos deixou bastante animados para a faina!

Cerca das nove horas já estávamos a pescar … água a uma temperatura agradável e o tom de água a fugir para o escuro em correntes … já nos poços a água era mesmo bastante escura, como podem ver na foto de capa.

Começamos numa boa sequência de correntes, todos a pescar com colheres, cada um com a sua tonalidade, para ver se algo se mexia. Mas as nossas amigas trutas não queriam colaborar, embora as boas condições estivessem reunidas!

Fomos sempre pescando para montante…palmilhando tudo o que podíamos, mas efectivamente estava dificil…Chegamos a um açude bastante grande, mas nada de nada mexeu atrás das colheres… subimos para a gola do açude e eu desviei-me para a entrada da corrente, lancei e já estava! Tinha uma truta cravada …. trabalhei-a bem até a margem e com isto tinha aberto as hostilidades do dia!

Aqui fica a foto da captura:

Como podem ver, bastante diferente do habitual sem as famosas pintas laranja, mas que era truta era e autóctone também, pois tinha a cauda em forma triangular e não redonda como as trutas de viveiro!

Eu fiquei bastante animado com a captura, enquanto o Jesus já estava a desesperar com a falta delas, afinal de contas estávamos no quintal dele! Mas como é habitual o contacto com a natureza e camaradas de pesca supera tudo…

Chegamos a uma zona de poços….bastante profundos e bastante escuros!! Tinha de lá estar um troféu…

Rapalas chamados á acção para irritar o que lá estivesse dentro…usei a CD3- BT … pequenos toques de ponteira e nada!!

Fomos indo e conversando acerca da pesca, e em particular daquele tramo de rio, e chegamos ao final da sequência de poços, onde existia uma queda de água que alimentava com bastante força uma corrente …. tinha de ser ali!! Só podia ser ali…se não fosse, podíamos ir embora….

Cada um de nós escolheu um local de ataque, sendo que o Jesus foi o que ficou mais afastado do inicio da corrente….e de repente só ouço: ” Miguel afinal há das grandes aqui!” ! Saiu uma boa truta pensei eu……

Quando chego ao pé do Jesus, vejo-o com um verdadeiro troféu na mão…a mostrar-me a beleza do bicho!!! Com alguma peripécia no meio…foi por pouco que a truta não lhe fugiu das mãos…. 🙂

Que belo peixe….não o medimos na hora, mas devia ter uns 40 cm….de pura energia e autenticidade! Um peixe como poucos nos tempos que correm…

Com este entusiasmo ainda fizemos mais um bocado de rio, mas sem sucesso!

Já era hora do almoço e havia compromissos que tinham de ser respeitados, pelo que a pesca terminou cerca das 12:30.

Foi uma excelente manhã de pesca e companheirismo, que espero que seja repetida em breve!

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Apaixonado pela pesca...