Condições actuais do Rio Minho

Condições actuais do Rio Minho


Na sequência de uma visita a Monção na companhia do Torres, tive a oportunidade de passar pelo Rio Minho e de visitar um dos meus locais favoritos para as trutas e salmões. O dia estava frio, nublado e ameaçava alguma chuva, mas mesmo assim não nos faltou vontade de ir até à margem para comprovar como estava o caudal e a temperatura da água.

Logo que chegamos à margem, deparamos com uma situação inesperada. Um velhote equipado com uma cana de quase 3 metros disparava lançamentos com amostra para a outra margem, numa pesqueira que é bem conhecida por dar uns salmões e umas trutas mariscas. Via-se que não era a primeira vez que andava naquelas andanças, pois conseguia fazer lançamentos para a outra margem e recolhia a amostra bastante devagar para vir a bater nas pedras do fundo. Ele não estava a contar connosco, mas mesmo assim respondeu às perguntas que lhe fizemos. Ficamos a saber que não tinham saído salmões nos últimos tempos, pelo menos naquele local (o último era de Novembro) e que a pesca andava muito parada. Apenas tinha tirado uma truta de pequeno tamanho, que segundo ele foi devolvida à água. Ainda pensamos que ele estava a pescar ilegal, mas rapidamente se resolveu o assunto quando ele disse que estava a pescar ao robalo com amostra. Efectivamente, pode-se pescar robalo em todo o troço internacional do Rio Minho durante todo o ano, portanto nada a fazer. Quem quiser que altere a lei!!

Relativamente às condições do Minho, verificava-se uma corrente sustentada a forte derivada de uma média abertura da comporta espanhola. A água estava muito mais fria do que o ar e portanto era natural que a actividade do peixe fosse relativamente reduzida. Efectivamente, durante o tempo que estivemos na margem, não vimos sinal de qualquer tipo de peixe, nem mesmo taínhas. Ainda fomos a umas correntes de seixo rolado para ver se andavam por lá trutas na desova, mas nem aspecto, nem sinal. Deveriam possivelmente estar concentradas nos ribeiros afluentes do Minho.

Rio Minho corrente Dezembro 2014

Atendendo ao facto de estarmos no Inverno, estava à espera de encontrar caudais mais substanciais no Minho, mas a falta de chuva nos últimos dias parece estar a determinar caudais menos volumosos. Esta não será certamente a melhor das noticias, mas de qualquer forma pode sempre favorecer uma melhor consistência na desova das trutas. Agora convinha que essa situação se alterasse à medida que caminhamos para a abertura da temporada de pesca, senão podemos ter um mau ano de trutas.

No global, o Minho parece estar em condições normais para a época do ano, e fiquei sobretudo agradado pela limpidez da água, já que durante a época de pesca apanhei várias vezes o rio com uma cor cinzenta ou acastanhada. Espero que os problemas de poluição já estejam definitivamente resolvidos.

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.