Controlo dos passadores da cana.

Controlo dos passadores da cana.


Para a maioria dos pescadores de trutas, a cana de pesca é um instrumento fundamental. De facto, a cana de pesca desempenha várias funções, desde o controlo da linha, ao lançamento e ao combate com o peixe. Hoje em dia, com os desenvolvimentos tecnológicos em termos de materiais de construção, as canas têm-se tornado simultaneamente mais resistentes e mais baratas. No entanto, isto não quer dizer que devemos simplesmente descurar a manutenção regular das nossas canas de pesca. Por muito baratas que sejam as canas de pesca, é sempre preferível tratar bem aquilo que temos, especialmente se já nos tem dado bons resultados. Com uma cana nova … nunca se sabe 🙂

A cana, como qualquer outro instrumento de pesca utilizado por um pescador ao spinning, está sujeita a um enorme desgaste. Milhares de lançamentos e recuperações de amostras, e algumas rupturas de linhas e combates com bons exemplares, sujeitam a cana de pesca a um nível de stress elevado que muitas vezes leva a que surjam pequenos problemas. Um dos mais frequentes tem a ver com danos infligidos sobre os passadores.

Sendo os passadores uma peça fundamental de contacto entre a linha e a cana, é imperativo que os mesmo estejam em perfeita condições. Ou seja, os passadores devem estar perfeitamente alinhados e sem qualquer ruptura interna. Se este não for o caso, os lançamentos saiem mais curtos, as recuperações de amostras são mais dificeis e as linhas de pesca tendem a romper mais fácilmente. Para controlar as rupturas internas dos passadores, convém utilizar o sistema proposto num video da Berkley que se encontra abaixo e que é apresentado por um pescador profissional de achigã. Como sabem, para os profissionais todos os detalhes contam, incluindo os cuidados na manutenção das canas de pesca:

Os passadores modernos tendem a ser construídos com material cerâmico e como tal podem partir com o uso. O teste do cotonete de algodão é importante para detectar rupturas muito pequenas nos passadores. Caso essas rupturas existam, elas podem aumentar durante a sessão de pesca e começar a criar problemas, nomeadamente produzir um maior desgaste sobre a linha de pesca, o que pode descambar na perda de amostras ou, pior, de um bom peixe.

Fica aqui esta dica para melhorarem a performance do vosso material de pesca, nomeadamente da cana.

Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.