Pesca à truta no Rio Minho – Novo edital 2012

Pesca à truta no Rio Minho – Novo edital 2012


 

Novo edital para 2017 – Já disponível – Click aqui

Depois de um ano de 2011 em que falhamos a abertura da pesca à truta no Rio Minho, resolvemos tomar medidas preventivas. Assim, e com alguma antecedência, visitamos a Capitania de Caminha, de modo a saber como é que as coisas se vão processar no próximo ano. Foi com agrado que registamos que o edital que regulamenta a pesca no troço internacional do Rio Minho já se encontra publicado com o nº 32/2011. Este edital foi assinado no dia 26 de Julho de 2011 e já entrou em vigor no dia 1 de Novembro de 2011.

Relativamente à pesca desportiva, as alterações deste edital, relativamente ao do ano passado, não são muitas. Mantém-se o limite de duas canas por pescador com um máximo de três anzóis por cana ou linha. Cada amostra só pode conter um triplo e cada peixe artificial (rapala ou outros) só pode ter no máximo dois anzóis triplos. Os peixes artificiais não podem ter menos de 7 cm, medidos desde a parte mais saliente da cabeça até ao final da aleta caudal. Atenção também às aberturas dos anzóis que devem estar contidos entre 5 e 10 mm, no caso dos triplos, e entre os 6 e os 10 mm, no caso dos anzóis simples. Finalmente, e a não esquecer, devem sempre realizar um corte na barbatana caudal sobre todo o peixe capturado que desejem reter. Isto visa distinguir o peixe capturado na pesca desportiva do peixe capturado na pesca profissional.

Mais uma vez, abre a pesca ao salmão no rio Minho e a mesma vai decorrer entre os dias 13 de Fevereiro e 26 de Maio. O tamanho mínimo para a retenção de um salmão será de 55 centímetros. No caso das trutas, incluindo truta comum e marisca, a época de pesca irá decorrer entre os dias 13 de Fevereiro e 31 de Julho. No caso dos tamanhos mínimos, a truta marisca mantém-se nos 30 centímetros, enquanto que a truta fário volta aos 19 centímetros. Neste ponto, consideramos que relativamente ao ano passado, estamos a andar para trás. Os 30 centímetros para todas as espécies de trutas, parecia-me uma medida bastante acertada, atendendo ao caudal e abundância de nutrientes do Rio Minho. Finalmente, não se esqueçam que a pesca da truta arco-íris e do achigã está proibida. Se capturarem algum exemplar, devolvam-no imediatamente à água.

Para aqueles que queiram ser mais precavidos e queiram conhecer o edital na íntegra, aqui fica uma cópia do mesmo. Aconselho, desde já, a que o imprimam, leiam e levem convosco quando forem pescar no rio Minho, de modo a terem um total conhecimento da lei e resguardarem-se contra abordagens menos esclarecidas por parte das autoridades.

Tal como podem ver, os verdadeiros pescadores de trutas já podem começar a aguçar o apetite para o dia 13 de Fevereiro de 2012. Será mais uma abertura em grande num dos maiores rios de salmonídeos da Península Ibérica, que marca o início da temporada truteira de 2012.

Lá estaremos para contar como foi e vicio não falta 🙂

Entretanto, já foi publicada uma correcção a este edital, sem implicações para os pescadores de trutas, mas que, de qualquer forma, deixamos aqui ficar:

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails




Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.