Mais uma bonita truta do Coura …

Mais uma bonita truta do Coura …

Depois de um dia de pescaria no Rio Minho, e já a caminho do Porto, resolvi fazer uma paragem estratégica no Rio Coura. Atendendo à produtividade do Rio Coura no mês de Julho, pareceu-me importante continuar a saga das minhas pescarias no local até porque me tinha fugido recentemente uma truta de bom tamanho neste rio.

O dia não estava nada de especial para a truta, até porque estava muito sol e bastante calor. Parecia um típico dia de Verão e o mais natural era que as trutas estivessem coladas ao fundo sem grande vontade de mexerem, mas nunca se sabia.

Como já era relativamente tarde, resolvi resumir a minha pescaria no Rio Coura a uma breve sessão de meia hora, incidindo unicamente no local onde me tinha fugido recentemente uma truta de bom tamanho. Para tal, nem mudei o material de heavy spinning que trazia do Rio Minho, apesar de a linha 0,18 já estar muito cortada e a precisar de substituição.

Os primeiros lançamentos saíram numa zona relativamente funda e onde eu sabia que podia vir a ter algum toque. Lancei mais de 30 vezes, mas nem sinal de trutas. A corrente não era muita e o vento disfarçava a minha presença à beira rio. Perante tal insistência e sem resultados, tive que gradualmente me movimentar para montante, mas o cenário em nada mudou. Parecia que não existiam trutas no local onde eu tinha pescado há menos de uma semana.

Sem dar por isso, a meia hora passou rapidamente e cheguei à ponta final do troço que eu queria bater. Lançamento para a outra margem, deixo afundar ligeiramente, começo a recuperar e de repente sinto uma pancada brutal na amostra, tento cravar e não noto tracção na linha. Pareceu-me claramente peixe, mas não consegui confirmar. Se era peixe, não era nada pequeno 🙂

Animado por esta peripécia resolvi insistir no local. Mais um lançamento, mais dois lançamentos e nada mexeu. Já na ponta final, e para variar, resolvi lançar de forma paralela à minha margem. Comecei a recuperar e quando a amostra estava a cerca de 10 metros de mim, sinto um puxão e a cana dobra-se. Cravo com sucesso e vejo um brilho dentro de água a fugir para a direita à procura da segurança da margem. Seguro-a como posso e ela inverte a marcha.

Sentindo-se bem presa, a truta ainda saltou fora de água, mas estava bem cravada. Com fio 0,18 e com o camaroeiro dentro de água, não tardou muito para que a truta saísse de dentro de água. Uma linda truta com 30 centímetros do Rio Coura. Mais uma, a honrar uma temporada de primeira categoria neste rio.

Truta 30 cm Rio Coura Julho 2014

Depois desta captura, a pescaria não demorou mais de 5 minutos. Ainda saíram mais alguns lançamentos no local onde a truta picou, mas pelos vistos ela não andava acompanhada.

Este ano, o Rio Coura providenciou uma boa sequência de pescarias na ponta final da temporada. Este foi mais um exemplo da extraordinária riqueza deste rio. Claramente um dos meus locais favoritos de pesca ….

Comentários Facebook - Trutas.PT
Related Posts with Thumbnails


Informação sobre o autor

Pescador de trutas desde os 18 anos. Tem uma forte dedicação ao spinning com colher e peixes artificiais, tendo pescado em Portugal, Espanha e no Reino Unido. Actualmente, pesca sobretudo na zona do Minho, Gerês e Centro do país.